quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

AS ARMAS CONTRA O MAL

AS ARMAS CONTRA O MAL
 


São dons potentíssimos com os quais Deus nos dotou 
para enfrentarmos o inimigo de nossa salvação...
A começar: precisamos ficar atentos 
aos apelos instintivos dos nossos sentidos...
E depois ouvirmos...
E ouvirmos...
As moções do Espírito Santo em nós...
para calarmos as vozes dos nossos impulsos carnais...
Essa potencialidade que Deus nos deu...
é a chave do segredo de nossa liberdade...
Nenhum veneno diabólico penetra em nós 
se não o permitimos...
Por vontade de Deus nada de mal nos acontece 
quando nos conservamos em estado de graça...
O pecado é o nosso pior inimigo...
Porque é ele quem nos expõe ao perigo 
de sermos tragados pelo mal...
Todo pecado, seja ele de que natureza for, 
se constitui em ninho infernal 
onde o mal deposita o joio da confusão...
Da discórdia e divisão...
Da violência e do medo...
Da impureza e perversão...
Das doenças psicossomáticas...
Que em muito nos enfraquece na luta contra ele...
Jesus nos ensina: “Em verdade, em verdade vos digo: 
todo homem que se entrega ao pecado é seu escravo”. (Jo 8,34).
Assim, só é possível vencermos o mal 
se eliminarmos o meio que ele utiliza para nos atingir...
Ou seja, se eliminarmos o pecado...
E só é possível isso por meio de Jesus, 
o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo...(Cf. Jo 1,29)
Desse nosso mundo interior e exterior...
O pecado é uma ofensa de origem espiritual 
que nos afasta de Deus...
Ele gera a incredulidade e o desamor...
a indiferença, a impaciência e o torpor da alma...
Pois ele nos priva da graça do Senhor que nos protege...
nos expondo aos caprichos do inferno, 
tornando-nos inimigos de Deus...
O meio mais fácil de se atingir e destruir a alma humana 
é mantê-la escrava da mentira...
Porque a mentira é a porta voz 
de todas as escravidões do humano...
Disse Jesus: “Vós [que mentis] tendes como pai o demônio 
e quereis fazer os desejos de vosso pai. 
Ele era homicida desde o princípio 
e não permaneceu na verdade, 
porque a verdade não está nele. 
Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, 
porque é mentiroso e pai da mentira”. (Jo 8,44).
Por outro lado, 
a verdade é a fonte perene e segura de nossa liberdade...
“E Jesus dizia aos [...] que nele creram: 
Se permanecerdes na minha palavra, 
sereis meus verdadeiros discípulos; 
conhecereis a verdade e a verdade vos livrará”. (Jo 8,31-32).
Portanto, quem permanece na verdade 
pode até sofrer perseguição, injustiça e calúnia...
mas nunca perde a batalha...
porque a injustiça e a calúnia quando se apresentam
já se apresentam derrotadas...
porque não passam do que são: injustiça e calúnia...
Vejamos, então, os dons do Senhor 
que nos mantém no seu amor, na sua proteção...
Essas são as armas defensivas e ofensivas 
na luta contra o mal...
Armas Defensivas:
Obediência aos mandamentos...
Vida de oração...
Vivência dos Sacramentos...
Prática das Virtudes do Espírito Santo:
amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, 
bondade, fidelidade, brandura, temperança. (Cf. Gal 5,22-23).
Penitência...
Perdão...
Armas Ofensivas:
Exorcismos...
Não consentir nas tentações...
Invocação do Nome de Jesus...
Invocação do Sangue de Jesus...
Intercessão da Virgem Maria: 
oração do terço, Novena, Ofício de Nossa Senhora...
Intercessão dos Santos...
Uso dos sacramentais: 
medalhas, escapulários, Terço dos Anjos, 
água benta,consagração e bençãos...
Atenção...
Nunca confundir Sacramentais com superstições...
Os Sacramentais são sinais de fé 
que nos conferem graças atuais...
que são estímulos especiais para evitarmos o pecado 
e nos mantemos em conformidade com a vontade de Deus...
As superstições são crendices populares
onde se atribui poderes mágicos ou proteção 
à objetos, palavras ou gestos...
Decorrendo daí os desvios de fé...
Ou seja, deixa-se de confiar em Deus 
para pôr confiança em coisas, pessoas ou palavras...
Os Sacramentais foram instituídos pela Igreja 
com a autoridade que o Senhor lhe conferiu na pessoa de Pedro:
“Eu te darei as chaves do Reino dos céus: 
tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, 
e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”. (Cf. Mt 16,17-19).
Eles ajudam a manter-nos em comunhão com o Espírito do Senhor...
Já as Superstições têm sua origem no espírito das trevas, 
do qual brotam todos os embustes e enganos deste mundo...
“Ora, as obras da carne são estas: 
fornicação, impureza, libertinagem, 
idolatria, superstição, inimizades, 
brigas, ciúmes, ódio, ambição, 
discórdias, partidos, invejas, bebedeiras, 
orgias e outras coisas semelhantes. 
Dessas coisas vos previno, como já vos preveni: 
os que as praticarem não herdarão o Reino de Deus!” (Gal. 5,19-21).
Destarte, não tenhamos medo, 
Digamos, pois, com o salmista: 
Salmo 120
Para os montes levanto os olhos: 
de onde me virá socorro? 
O meu socorro virá do Senhor, 
criador do céu e da terra. 
Ele não permitirá que teus pés resvalem; 
não dormirá aquele que te guarda. 
Não, não há de dormir, 
nem adormecer o guarda de Israel.
O Senhor é teu guarda, 
o Senhor é teu abrigo, sempre ao teu lado. 
De dia, o sol não te fará mal; 
nem a lua durante a noite. 
O Senhor te resguardará de todo o mal; 
ele velará sobre tua alma. 
O Senhor guardará os teus passos, 
agora e para todo o sempre.
Paz e Bem!
font:
O que são as armas defensivas e ofensivas da alma?