quarta-feira, 23 de junho de 2010

O Protestantismo e a fé no Cristo das Sagradas Escrituras


O Protestantismo e a fé no Cristo das Sagradas Escrituras

E-mailImprimirPDF
Tenho um amado irmão em Cristo que é protestante, sempre trocamos muitos emails e creio que aprendemos sempre juntos. Numa destas nossas trocas de email ele me disse que cria no "Cristo Vivo que está presente nas Sagradas Escrituras".
Sei que ele é uma pessoa sincera (diferente de outros...) e que ama a Cristo de todo coração e que como eu deseja seguir a Verdade. Mas tendo contanto com o que ele entende do Evangelho e o que vejo de outros protestantes, eu não me parece que o Cristo em que ele crê seja o Cristo das Escrituras.

Não tenho direito de julgar, mas tenho o deve de exortar os irmãos para a Verdade.
- O Cristo das Sagradas Escrituas instituiu o Sacramento da Penitência, dando poder à Igreja de perdoar os pecados dos Crentes:
"Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.
Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos." (Jo 20,22-23)
- O Cristo das Sagradas Escrituras ensinou que quem rejeita a Palavra da Igreja rejeita a Ele próprio:
"Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou." (Lc 10,16)
- O Cristo das Sagradas Escrituras ensinou que só teremos vida se comermos a sua carne e bebermos o seu sangue:
"Então Jesus lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos." (Jo 6,53)
- O Cristo das Sagradas Escrituras ensinou que aquele que come a Sua carne e bebe o Seu sangue ressuscitará:
"Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia." (Jo 6,54)
- O Cristo das Sagradas Escrituras não deixou dúvida que o Seu corpo e o Seu sangue são bebida e comida no sentido próprio:
"Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue, verdadeiramente uma bebida." (Jo 6,55)
- O Cristo das Sagradas Escrituras ensinou que quem come o seu corpo o bebe o seu sangue estará unido à Ele:
"Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o Pai que me enviou vive, e eu vivo pelo Pai, assim também aquele que comer a minha carne viverá por mim." (Jo 6,56-57)
- O Cristo das Sagradas Escrituras ensinou que a sua carne e o seu sangue devem ser comidos e bebidos durante a celebração Eucarística:
"Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei, isto é meu corpo. Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos, porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados. (Mt 10,26-28)
- O Cristo das Sagradas Escrituras deu-nos como filhos de Sua Mãe e a Sua Mãe como nossa Mãe:
"Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa." (Jo 19,26-27)
- O Cristo das Sagradas Escrituras atende o pedido de Sua Santa Mãe:
"Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho.
Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou.
Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser. Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas. Jesus ordena-lhes: Enchei as talhas de água. Eles encheram-nas até em cima. Tirai agora , disse-lhes Jesus, e levai ao chefe dos serventes. E levaram." (Jo 2,3-8)
- O Cristo das Sagradas Escrituras colocou Pedro como Pedra da Sua Igreja:
"E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela." (Mt 16,18)
- O Cristo das Sagradas Escrituras deu a Pedro o poder de governar a Sua Igreja:
"Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus." (Mt 16,19)
- O Cristo das Sagradas Escrituras deixou suas ovelhas (os cristãos) aos cuidados de Pedro:
"Tendo eles comido, Jesus perguntou a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu ele: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe outra vez: Simão, filho de João, amas-me? Respondeu-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe pela terceira vez: Simão, filho de João, amas-me? Pedro entristeceu-se porque lhe perguntou pela terceira vez: Amas-me?, e respondeu-lhe: Senhor, sabes tudo, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta as minhas ovelhas." (Jo 21,15-17)
- O Cristo das Sagradas Escrituras deu a Pedro o dever de confirmar toda a Igreja na fé Verdadeira, e por este motivo orou por ele:
"Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como o trigo; mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos." (Lc 22,31-32)
- O Cristo das Sagradas Escrituras ensinou que para cada pecado há uma tipo de pena (e não que pecado é tudo igual):
"O servo que, apesar de conhecer a vontade de seu senhor, nada preparou e lhe desobedeceu será açoitado com numerosos golpes. Mas aquele que, ignorando a vontade de seu senhor, fizer coisas repreensíveis será açoitado com poucos golpes. Porque, a quem muito se deu, muito se exigirá. Quanto mais se confiar a alguém, dele mais se há de exigir." (Lc 12,47-48)
Poderia elencar aqui tantos outros exemplos, mas creio serem estes suficientes.