sexta-feira, 21 de junho de 2013

Seminário Franciscano - Fraternidade O Caminho




Seminário Franciscano - 1º e 4º dia - Conversão,vida, testemunho e herança de Francisco

por Pedro Quintanilha (Notas) em Sexta, 21 de Junho de 2013 às 00:52
Faço aqui uma Junção da 1ª e 4ª palestra, afim de facilitar o assunto.

  • Francisco , nasceu e cresceu em uma pequena vila chamada Assis nos arredores de Roma na Itália, filho de Comerciante abastado de Assis ( Pedro Bernadone) que fazia o comércio de tecidos com a França, o prórpio nome  de francisco foi uma homenagem de seu pai a o pais que mantinha relações comerciais.  Francisco sempre teve sua criação e orientação a cargo de sua Mãe, que também  era seu Modelo no aspecto religioso.   

  • Conversão: Sua conversão foi gradual e teve diversos aspectos, Francisco quando jovem já tinha contato com a Jovem Clara que já demonstrava sua vocação ao carisma com os pobres, mas seu verdadeiro encontro Deus  se  deu quando recebeu a convocação para a batalha contra Perúsia,seu pai orgulhoso de seu filho cavalheiro,comprou-lhe a melhor armadura da época.  Francisco se encaminhou com seus companheiros para a batalha contra Perúsia , porém no caminho foi acometido de uma febre muito alta.  Neste momento enquanto se recuperava desta doença, Francisco teve uma visão no qual era perguntado a ele:  "A quem deve servir? Ao Servo ou ao Patrão? "  Nesta experiência mística Francisco começa seu processo de conversão, a vergonha para família de seu retorno, o incômodo que Francisco começa a ter com a riqueza, começa a sua mudança de vida, a exemplo de clara,sua opção pelos Pobres se torna cada vez mais clara em sua mente e cada vez a incomodar sua família. A ponto de seu Pai deserdá-lo e denunciá-lo ao Bispo. Na opção de Francisco, ele se despoja totalmente da vida antiga e é resgatado por jesus para verdadeira vida.

  •   Nasce o Grande Arauto do evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, assume de vez a radicalidade da pobreza evangélica, tem seu encontro com a Cruz de Cristo ( a cruz de São Damião) no qual tem uma visão, onde inicialmente com entendimento distorcido, recebe a missão de reconstruir a Igreja de Cristo, devido ao seu entendimento inicial começa a mendigar para reconstruir a pequena igreja de São Damião.  Seu exemplo começa a encantar seus amigos da alta burguesia de Assis, bem como Clara que vira a transformação de Francisco e almejava também segui-lo e posteriormente aderiu ao grupo.

  • Seu Grupo Cresceu e Francisco teve a necessidade de três seguimentos distintos:
  1. Frades Menores ( vida missionária);
  2. Clarissas ( Clausura);
  3. 3ªOrdem ou ordem Secular: Onde permitia aos casados  e padres diocesanos participarem do carisma.
  • A espiritualiadade de Francisco se paltava em 3 pilares:
  1. Presépio;
  2. a cruz;
  3. a Eucaristia.
  • a vivência do evangelho era a Regra do estilo  de vida dos frades, onde deveria ser observada as virtudes evangélicas;
  1. Castidade;
  2. Pobreza;
  3. Obediência.
  • a vivência do evangelho  também se Pautava em 1ºcorintios 13;
I Coríntios, 13

1. Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver caridade, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine.
2. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada.
3. Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria!
4. A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante.
5. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor.
6. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade.
7. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8. A caridade jamais acabará. As profecias desaparecerão, o dom das línguas cessará, o dom da ciência findará.
9. A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita.
10. Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá.
11. Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Desde que me tornei homem, eliminei as coisas de criança.
12. Hoje vemos como por um espelho, confusamente; mas então veremos face a face. Hoje conheço em parte; mas então conhecerei totalmente, como eu sou conhecido.
13. Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade - as três. Porém, a maior delas é a caridade.


  • Era tão importante como aspiração que os frades sempre desejavam uns aos outros  Paz e Bem  !
  • Outra regra de vida ,aspirada pelos monges era a Fidelidade e a alegria, comum a todos na comunidade.

  • Francisco foi para o Egito e passou a pregar para os muçulmanos. Ele encontrou-se como o Sultão Malik al-Kamil em Damietta,Egito .O Sultão reconhecendo Francisco como um homem santo não permitiu que ninguém o prendesse, mas ele não fez nenhuma conversão no Egito. Francisco retornou a Itália porque membros da ordem estavam mudando suas regras original para abranda-las. Ele procurou a ajuda do Papa para proteger as suas regras e este enviou Francisco por toda a Europa e Oriente Médio. Em 1223 Francisco se aposentou como superior da ordem .Ele construiu um pequena Creche no natal naquele ano e foi o fundador do costume de se fazer presépios para adornar as igrejas no natal.

  • Em 14 de setembro de 1224 enquanto orava na ermida de Monte Alvernia ele recebeu os estigmas (estigmatas) de um Serafim. Ele morreu dois anos mais tarde em 3 de outubro de Assis e foi canonizado em 1228. Nunca se ordenou porque não se considerava digno do sacerdócio. São Francisco de Assis teve um grande impacto na vida religiosa da igreja.Sua vida foi caracterizada por uma adoração a Jesus de uma maneira alegre, jovial e reverenciava a natureza e a sua preocupação com os doente e pobres era enorme.   

Seminário Franciscano - 2º dia - Pobreza Franciscana.

por Pedro Quintanilha (Notas) em Quinta, 20 de Junho de 2013 às 11:42
Fonte Bíblica: 2ºcoríntios 8,9 " O Senhor se fez Pobre para nos enriquecer"

  • Preferência pelos pobres;
  • Fidelidade;
  • Fonte de Francisco : Evangelho: Humano + Divindade;
  • Kênosis : Esvaziamento, Despojamento => entrega sem reservas;
Humanidade - Jesus  Pobre
  1. Presépio;
  2. Cruz :  Despojamento Completo (No Pecado o Homem(Adão) se veste e na Salvação o Cristo se despe);
  3.  Eucaristia: Se dá em Alimento( O Corpo e Sangue) - O mais simples Pão e Vinho;
  • Teologia da Libertação - Pobres pelos Pobres (cunho socialista) - Paixão Humana - Acaba , Sem Deus => Morre por si mesma;
  • Ver nos Pobres a Pessoa de jesus, do Cristo nu.
Mt 25,34-46:
34. Então o Rei dirá aos que estão à direita: - Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo,
35. porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes;
36. nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim.
37. Perguntar-lhe-ão os justos: - Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?
38. Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?
39. Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?
40. Responderá o Rei: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.
41. Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: - Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos.
42. Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber;
43. era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes.
44. Também estes lhe perguntarão: - Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos?
45. E ele responderá: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer.
46. E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna.


  • Cuidado Maior a Vanglória

  • Não perder de vista o ponto de partida.

Fraternidade o Caminho

Seminário Franciscano - 3º dia - Semelhança de Francisco com o Cristo.

por Pedro Quintanilha (Notas) em Quinta, 20 de Junho de 2013 às 13:02
Experiência de Pobreza Kênosis:

  • Esvaziamento de si mesmo, de sua vontade, de seus conceitos, atitudes, de seus bens .....
  • Ver o Crsito no outro, na natureza e nas coisas:
MT 25, 34 a 46;  
Mateus 6,1 a 30
1.Guardai-vos de fazer vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles. Do contrário, não tereis recompensa junto de vosso Pai que está no céu.
2.Quando, pois, dás esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem louvados pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.
3.Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita.
4.Assim, a tua esmola se fará em segredo; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á.
5.Quando orardes, não façais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.
6.Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.
7.Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras.
8.Não os imiteis, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que vós lho peçais.
9.Eis como deveis rezar: PAI NOSSO, que estais no céu, santificado seja o vosso nome;
10.venha a nós o vosso Reino; seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu.
11.O pão nosso de cada dia nos dai hoje;
12.perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos que nos ofenderam;
13.e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.
14.Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará.
15.Mas se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai vos perdoará.
16.Quando jejuardes, não tomeis um ar triste como os hipócritas, que mostram um semblante abatido para manifestar aos homens que jejuam. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.
17.Quando jejuares, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto.
18.Assim, não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.
19.Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam.
20.Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam.
21.Porque onde está o teu tesouro, lá também está teu coração.
22.O olho é a luz do corpo. Se teu olho é são, todo o teu corpo será iluminado.
23.Se teu olho estiver em mau estado, todo o teu corpo estará nas trevas. Se a luz que está em ti são trevas, quão espessas deverão ser as trevas!
24.Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e à riqueza.
25.Portanto, eis que vos digo: não vos preocupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, pelo que vestireis. A vida não é mais do que o alimento e o corpo não é mais que as vestes?
26.Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam, nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas?
27.Qual de vós, por mais que se esforce, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida?
28.E por que vos inquietais com as vestes? Considerai como crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam.
29.Entretanto, eu vos digo que o próprio Salomão no auge de sua glória não se vestiu como um deles.
30.Se Deus veste assim a erva dos campos, que hoje cresce e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a vós, homens de pouca fé?
31.Não vos aflijais, nem digais: Que comeremos? Que beberemos? Com que nos vestiremos?
32.São os pagãos que se preocupam com tudo isso. Ora, vosso Pai celeste sabe que necessitais de tudo isso.
33.Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo.
34.Não vos preocupeis, pois, com o dia de amanhã: o dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado.

  • Pobreza Espiritual diária para beber da fonte que é Jesus;
  • Sofrimento, Perseguição,Rejeição => Perfeita Alegria
Mt 5, 10-12: “Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino do céus. Bem-aventurados sois, quando vos injuriarem e vos perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e regozijai-vos, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois foi assim que perseguiram os profetas, que vieram antes de vós”.

  • Mudança de vida: Significa mudança de valores, de atitude, direcionamento e conduta;
  • Ver no outro o completar de si.
com suas diferenças e particularidades(virtudes). Isso também significa ajudar no concerto dos pecados.

  • Olhar a Cruz na sua verticalidade e horizontalidade:
  1. Verticalidade ( O Cristo que abraça a todos )
  2. Horizontalidade : Chegar até Deus da Humanidade à Divindade ,através do despojamento do Cristo na Cruz.

Fraternidade O Caminho