quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Homenagem Póstuma

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Aos quatro dias do mês de Janeiro do ano de 2007, aos quarenta e cinco anos, Tarcísio Gonçalves Pereira, mais conhecido como padre Léo, partiu para o mundo espiritual, aqui deixando a sua história, os seus sonhos realizados visíveis aos nossos olhos.

Eterno sonhador! Sonhou em poder transformar milhares de corações e assim construir um mundo melhor. Enxergava os acontecimentos da vida com os olhos de poeta. Saboreava a vida, contemplando o que é belo, porque conseguia enxergar tudo com os olhos de Deus. Poderia alguém que viveu uma realidade tão dura, com drogados e prostitutas, que conheceu o submundo das drogas, sonhar com um mundo justo e fraterno, um mundo no qual acreditava?

Os obstáculos da vida comunitária cada vez mais evidentes, a tristeza de receber um filho mergulhado nas drogas, mas que só um amor sem reservas pode superar, um amor que não conhece limite. Um amor que o levou a consumir-se, acumulando em seu coração todo o sofrimento, as impurezas de seus filhos, a ponto de ficar angustiado e chorar pelos seus.

Assumiu em sua vida um novo plano de Deus: o caminho da santidade. A sua enfermidade foi a oportunidade de crescimento em Deus. Nada mais importou para ele , a não ser a sua fé em Jesus. A sua fé é que o sustentou na dolorosa caminhada. Com a graça do Senhor, ele atravessou a noite escura e vimos uma vida restaurada. E no final, a pedra bruta já estava lapidada. Deus lhe tirou todas as arestas e fez surgir um diamante precioso.

Suas palavras calaram, porém falam as suas obras. Partiu, mas a sua estrela não se apagou, continua a brilhar, pois o seu brilho era muito forte para se apagar. Não há como esquecer aquele que deixou a sua semente e hoje colhemos frutos abundantes.
O importante é o que fica e aqui ficaram os seus rastros, iluminando os caminhos daqueles perdidos no mundo do pecado.
A estrela apenas mudou de lugar!


Canção Nova homenageia Padre Léo

terça-feira, 4 de janeiro de 2011


Hoje, quando se completam 4 anos da partida de Padre Léo, o Portal da Comunidade Canção Nova publicou homenagens à memória daquele que tanto amou aquela Comunidade e especialmente seu fundador, Monsenhor Jonas Abib, que Padre Léo considerava seu pai espiritual.

Veja a seguir o texto e os dois vídeos da homenagem prestada pelo Portal:

"Quatro anos da morte de padre Léo
Hoje completam-se quatro anos do falecimento do fundador da Comunidade Bethânia, padre Léo. O dia começou com a Santa Missa, às 7h, presidida pelo membro dessa comunidade padre Vicente, na sede da Canção Nova, em Canhoeira Paulista, São Paulo, a qual foi transmitida pelo Sistema de Canção Nova de Comunicação.
Durante a Celebração Eucarística, padre Vicente apresentou, como intenção, a família do saudoso padre Léo e a todos amigos o que amam.
Saudade! E quanta alegria e ensinamento esse grande homem de Deus nos trouxe ao nos deixar a Palavra e as coisas de Deus tão próximas de nós e tão palpáveis. Com seu jeito inigualável, divertido e mineiro de ser, ele nos mostrou que o céu é logo ali…"


Fonte: http://blog.cancaonova.com/redacao/2011/01/04/6571/

Quatro anos da morte de padre Léo

Hoje completam-se quatro anos do falecimento do fundador da Comunidade Bethânia, padre Léo. O dia começou com a Santa Missa, às 7h, presidida pelo membro dessa comunidade padre Vicente, na sede da Canção Nova, em Canhoeira Paulista, São Paulo, a qual foi transmitida pelo Sistema de Canção Nova de Comunicação.
Durante a Celebração Eucarística, padre Vicente apresentou, como intenção, a família do saudoso padre Léo e a todos amigos o que amam.
Saudade! E quanta alegria e ensinamento esse grande homem de Deus nos trouxe ao nos deixar a Palavra e as coisas de Deus tão próximas de nós e tão palpáveis. Com seu jeito inigualável, divertido e mineiro de ser, ele nos mostrou que o céu é logo ali…

fonte:http://blog.cancaonova.com/redacao/2011/01/04/6571/