sábado, 20 de setembro de 2014

Veneração de imagens e dos Santos

VENERAÇÃO DE IMAGENS.

ACUSAÇÃO : Os católicos praticam a idolatria, fazendo e adorando imagens, o que Deus
proíbe na Bíblia, dizendo : "Não farás para ti escultura alguma do que está nos céus, ou abaixo
sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra" ( Ex 20,4 ) .
RESPOSTA : O mesmo Deus, no mesmo livro do Êxodo, manda Moisés fazer dois querubins
de ouro e coloca-los por cima da Arca da Aliança ( Ex 25,18-20 ) . Manda-lhe, também, fazer
uma serpente de bronze e colocá-la por cima duma haste, para curar os mordidos pelas
serpentes venenosas (Nm 21,8-9 ). Manda, ainda, a Salomão enfeitar o templo de Jerusalém
com imagens de querubins, palmas, flores, bois e leões ( I Reis 6,23-35 e 7,29 ), etc.

Seria uma grande blasfêmia desses "crentes" considerar Deus como incoerente, já que num
lugar da Bíblia manda fazer imagens, esquecido que no ouro lugar o teria proibido ! Ora, os
primeiros cristãos martirizados aos milhares porque se recusaram a adorar imagens de deuses
falsos, estudaram a Bíblia com mais atenção e respeito. Eles não tiravam esses trechos
proibitivos de seu contexto e, comparando-os com outros, ficaram convencidos de que Deus
proíbe apenas fazer imagens de deuses falsos, e adorá-los - como o faziam os vizinhos
pagãos, - mas Ele não proíbe fazer outras imagens.
Eis o verdadeiro sentido desta proibição bíblica, no seu contexto : "Eu sou o Senhor teu Deus
que te fez sair do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de minha face.
Não farás para ti escultura alguma do que ( daqueles falsos deuses, que na errada imaginação
dos pagãos ) está em cima nos céus, ou debaixo sobre a terra, ou nas águas, de baixo da
terra. Não te prostrarás diante deles e não lhes prestarás culto, ( à imitação dos pagãos ) ( Ex
20,2-5 ). Esta proibição, intencionada por Deus, repete-se em vários lugares da Bíblia, como
por ex. "Não adores nenhum outro deus" ( Ex 34,14 ) ou "Não farás para ti deuses fundidos " (
Ex. 34-17 ) .
Por isso os primeiros cristãos pintaram nas catacumbas muitas imagens das cenas bíblicas do Antigo e Novo Testamento, e legaram , para a veneração dos séculos posteriores, as imagens
de Cristo-Sofredor, na toalha de Verônica, e no sudário sepulcral, guardado em Turim na Itália.
Alguns santos dos primeiros séculos afirmavam que as imagens da Bíblia, Via Sacra, de Jesus crucificado e dos santos são o único "livro" que também os pobres e analfabetos entendem e aproveitam. Isso vale, ainda hoje, para milhões de pessoas.
O sentido da veneração das imagens, segundo a tradição dos apóstolos, está resumido nesta bênção de imagens, do Ritual Católico:
"Deus eterno e Todo-Poderoso, não reprovais a escultura ou pintura das imagens dos santos,para que à sua vista possamos meditar os seus exemplos e imitar as suas virtudes. Nós vos pedimos que abençoeis e santifiqueis esta(s) imagem(ns), feita para recordar e honrar o vosso Filho Unigênito e nosso Senhor Jesus Cristo (ou : o(s) Santo(s) NN. Concebei a todos os que diante dela(s) desejarem venerar e glorificar o vosso Filho Unigênito (ou : o(s) Santo(s) NN.), que por seus merecimentos e intercessão, alcancem no presente a vossa graça e no futuro, a glória eterna. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém ".

Tipos de Cultos:

Latria ( Grego : " latreuo") quer dizer adorar : Reservado apenas a Deus ( 3 qualidades Onipotência, Onisciência e Onipresença), tem que haver sacrifício (ex.: sacrifício do altar Eucaristia).;  adorar significa  reconhecer como Deus e criador de todas as coisas.

Dulia ( Grego : "douleuo") quer dizer Honrar : Veneração  Santos

Hiperdulia ( Grego :" hyper" acima de ;"douleuo" honrar) : Acima de todas venerações , porém sem atingir culto de adoração.  Nossa Senhora.

No Aurélio on line : render culto a , reverenciar , venerar os santos / ter em grande respeito , consideração,acatar , venerar os pais..


Idolatrar significa em certo sentido o oposto, pois designa a ação de 
adorar uma criatura em vez de adorar o Criador. A idolatria consistiria em achar 
que a divindade está em uma estátua, por exemplo. Ou seja, teríamos que 
colocar alimentos para as imagens, como faziam os romanos, os egípcios e os 
demais povos idólatras. Teríamos que achar que Deus e o santo são a mesma 
pessoa. No fundo, seria dizer que S. Benedito não é e nem foi S. Benedito, 
mas foi Deus, etc

Veja como os protestantes costumam entrar em contradição: 
Atos (5:34) Mas, levantando-se no conselho um certo fariseu, chamado 
Gamaliel, doutor da lei, venerado por todo o povo, mandou que por um 
pouco levassem para fora os apóstolos; (bíblia João Ferreira de Almeida) 
Para acusar a Igreja de idolatria eles usam apenas o versículo (20,4). Mas o 
mandamento começa no versículo 3 e termina no 5. Observe: 
3-Não terás outros deuses diante de minha face. 
4-Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que 
está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou 
nas águas, debaixo da terra. 
5-Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás 
culto. (Êxodo 20:3-4-5) 
Veja a quem Deus estava se referindo em (êxodo 20, 4) 
ídolos- “לֶסֶפ֙ -. dessa forma vemos que a passagem é uma clara 
referência aos deuses do egito que "há em cima nos céus". rá (ou rê), í bis, 
hórus, toth “… 
embaixo na terra…” anúbis, ápis, khepra, babuino, apófis, bastet, geb 
 “…ou nas águas debaixo da terra.”.: sebek, tuéris, (taueret) . 
 leia o mandamento do inicio ex 20,3”não terás outros deuses diante de mim” se refere a deuses(ídolos-pesel- “לֶסֶפ֙ ) 31
O que os "crentes' não sabem é que os ídolos do velho 
O que os "crentes' não sabem é que os ídolos do velho testamento não 
existem mais como previu Zacarias Zc 13,2”. E acontecerá naquele dia — 
oráculo de Iahweh dos Exércitos —, que eu exterminarei da terra os nomes dos 
ídolos: eles não serão mais lembrados. 
O nosso Deus não é contraditório
"Farás dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas 
extremidades do propiciatório. Farás um querubim na extremidade de uma 
parte, e outro querubim na extremidade de outra parte; de uma só peça com o 
propiciatório fareis os querubins nas duas extremidades dele." (Ex 25,18-19) 
Neste versículo, Deus ordena a Moisés que construa duas imagens de 
querubins que serão colocadas em cima da arca-da-aliança, onde estavam as 
tábuas da lei, dos dez mandamentos. Veja que os querubins aqui não são 
objetos de adoração, mas de ornamentação da arca. Salomão também manda 
construir dois querubins de madeira, que serão colocados no altar para enfeitar 
o templo (1 Rs 6, 23-29). 
Para deixar mais claro ainda a proibição e a permissão do uso das 
imagens sacras, vejamos os próximos versículos: 
"E disse o Senhor a Moisés: Faze uma serpente ardente e põe-na sobre 
uma haste; e será que viverá todo mordido que olhar para ela. E Moisés fez 
uma serpente de metal e pô-la sobre uma haste; e era que, mordendo alguma 
serpente a alguém, olhava para a serpente de metal e ficava vivo."(Nm 21, 8-9) 
"Este [Ezequias] tirou os altos, e quebrou as estátuas, e deitou abaixo os 
bosques e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera, porquanto 
até aquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso e lhe chamavam 
Neustã."(2Rs 18, 4) 
Note que no primeiro texto de Nm 21, 8-9, Deus não só permitiu o uso da 
imagem, como também a utiliza para o seu serviço; e a transforma em objeto 
de benção para seu povo, sinal de Seu amor por Israel. 
E no segundo texto de 2 Rs 18 ,4 a mesma serpente de metal que outrora 
foi construída por Moisés, é repudiada por Deus. Tornou-se objeto de 
adoração, pois "os filhos de Israel lhe queimavam incenso". Deram a ela o culto 
devido somente a Deus. A Serpente de metal perdeu como nos mostra o texto, 
o seu sentido original, porque os filhos de Israel "não obedeceram à voz do 
Senhor, seu Deus; antes, transpassaram seu concerto; e tudo quanto Moisés, 
servo do Senhor, tinha ordenado, nem o ouviram nem o fizeram." (2 Rs 18, 12) 
Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome. Trazei oferendas e 
chegai à sua presença, adorai o Senhor e transportaram-na com a tenda de 
reunião e todo o seu mobiliário de utensílios sagrados. (I Crônicas 16,29). 
Foram os sacerdotes levíticos que fizeram essa transladação. com 
ornamentos sagrados. (II Crônicas 5, 5)
Rendei-lhe a glória devida ao seu nome; adorai o Senhor com ornamentos 
sagrados. (Salmos 28,2) 

Assim fica mais que claro que Deus não condena o uso das imagens 
sacras e sim a fabricação de ídolos. 
Muitas vezes andando nas ruas encontramos pessoas vestidas com 
ternos e com uma Bíblia na mão, ensinando que usar imagens em igrejas é 
idolatria. Por este motivo costumam chamar os católicos de idólatras, isto é, 
adoradores de ídolos, que quer dizer adoradores de falsos deuses. E ainda 
acusam a Igreja Católica de ensinar a adoração destas imagens. 
A Igreja Católica é a única Igreja que tem ligação direta com os apóstolos 
de Cristo, sendo ela a guardiã da doutrina ensinada por eles e por Cristo, sem 
lhe inculcar qualquer mudança. 
Se ela quisesse mesmo agir contra a ordem divina, teria adulterado a 
Bíblia nas passagens em que há a condenação das imagens. Na Bíblia católica 
- pois a Bíblia protestante não contém sete livros relativos ao Velho 
Testamento- o Livro da Sabedoria condena como nenhum outro a idolatria (Sb 
13-15). Não poderia a Igreja repudiar o livro como fizeram os protestantes? 
Na Sagrada Escritura há outras passagens que condenam a confecção de 
“imagens” como, por exemplo: Lv 26, 1; Dt 7, 25; Sl 97, 7 e etc. Mas também 
há outras passagens que defendem sua confecção como: Ex 25,17-22; 37,7-9; 
41,18; Nm 21, 8-9; 1 Rs 6, 23-29. 32; 7, 26-29. 36; 8, 7; 1Cr 28 ,18-19; 2 Cr 3, 
7, 10-14; 5, 8; 1 Sm 4, 4 etc. 
Pode Deus infinitamente perfeito entrar em contradição consigo mesmo? 
É claro que não. E como podemos explicar esta aparente contradição na 
Bíblia? 
Isto é muito simples de ser explicado. Deus condena a idolatria e não a 
confecção de imagens. Quando o objetivo da imagem é representar, ou for um 
ídolo que vai roubar a adoração devida a somente a Deus, ela é abominável. 
Quando a Bíblia condena a confecção da “imagem” porque ela está roubando o 
culto de adoração ao nosso Senhor (Ex 2, 3, 4, 5). A existência deste 
mandamento se deve pelo fato do povo judeu ser inclinado à idolatria, por ter 
vivido no Egito que era uma nação idólatra e por estar cercado de nações 
pagãs, que não adoravam a Deus, e que construíam seus próprios deuses. 
Deus quer dizer aqui "não construam deuses para vocês, pois Eu Sou o Deus 
Único e Verdadeiro". 
Vimos que Deus não condena o uso de imagens sacras, mas sim a 
fabricação de ídolos, (deuses). 
Nenhum católico está autorizado fabricar imagem de qualquer coisa, ou 
seja, fazer ídolos pra si. Toda a imagem sacra que possui nos templos ou na 
casa de algum fiel, tem que ter a permissão da Igreja aquela que tem o poder 
de ligar e desligar na terra. (MT 16,19). 
Como disse o apologista Paulo Leitão: Se perguntar pra qualquer 
católico(a), pode ser o(a) mais ignorante que seja; Ver uma foto de São 
Francisco na casa dele(a) pergunte “isso aí é um deus?” é claro que ele(a) vai 
responder: não é um quadro de São Francisco. 
Quando alguém insistir que as imagens são deuses é só pedir para o 
mesmo apresentar um documento do vaticano ou uma passagem do CIC 
(Catecismo da Igreja Católica), dizendo que as tais imagens são deuses e que 
de a mesma devem ser adoradas. 
O que é idolatria no novo testamento? 
A idolatria pode ter vários sentidos. É importante lembrarmos que há 
muitas outras formas de idolatria, como o amor ao dinheiro, aos bens materiais, 
etc; que substituem o amor que devemos ter somente por Deus. Em varias 
passagens Jesus nos alertou sobre esses ídolos. 
Não servir Deus e o dinheiro, o deus mamom (Luc. 16, 13). 
Apego os bens materiais. (Marc. 10, 5). 
Tesouro na terra (Luc 12, 20, 21). 
O demônio transportou-o uma vez mais, a um monte muito alto, e lhe 
mostrou todos os reinos do mundo e a sua glória, e disse-lhe: Dar-te-ei tudo 
isto se, prostrando-te diante de mim, me adorares. (Mt. 4, 8, 8). 
Porque sabei-o bem: nenhum dissoluto, ou impuro, ou avarento - 
verdadeiros idólatras! - terá herança no Reino de Cristo e de Deus. (Ef 5, 5) 
Os dez mandamentos da lei de Deus foram resumindo por Jesus em 
apenas dois: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti 
mesmo. (Luc 10, 26). Portanto meus amados existem muitas outras maneiras 
de cometer á idolatria. 
Praticamos á idolatria quando deixamos de visitar o nosso irmão no 
hospital. 
Quando deixamos de socorrer o próximo, em suas necessidades, seja ela 
financeira ou até mesmo espiritual. 
Quando negamos ajuda aos que mais necessita. 
Quando achamos que a felicidade está apenas no sexo, passar cultuar o 
mesmo em nossa mente. 
Quando nos esquecemos de dar o devido valor as nossas famílias 
conjugue, filhos, etc. 
Quando deixamos nos levar pelo vício e pelo prazer.
Quando gastamos nosso dinheiro com coisas inúteis enquanto sabemos 
que próximo está passando necessidades ou está sem condições de comprar 
um remédio, pagar uma cirurgia, etc. 
 Praticamos a idolatria principalmente quando colocamos quaisquer coisas 
na frente de Deus. Ex. deixamos de ir a Missa por causa de uma festa, de 
assistir um jogo. Ou está na Missa preocupado em perder o capitulo da novela. 
Como vimos existem diversos tipos de idolatrias. Cabe a nós buscar a 
Deus e colocar Ele em primeiro plano em nossas vidas. 
É bom os acusadores saberem que a Igreja Católica é a que mais 
combate a idolatria. Uma pessoa quando entra pra vida religiosa tem que fazer 
“voto de pobreza” 
A maioria dos padres mora em casas paroquiais. 
Ante o que ocupa o maior cargo da Igreja o Papa, não pode possuir bens em 
seu nome. Exemplo Bento XVI. Que possui: Oito Doutorados:
• 1984 Doutor Honoris Causa pelo College of St. Thomas in St. Paul / 
Minnesota 
• 1985 Doutor Honoris Causa pela Universidade Católica do Eichstätt 
• 1986 Doutor Honoris Causa pela Universidade Católica de Lima 
• 1986 Doutor Honoris Causa pela Faculdade de Telogia Pontifícia e Civil de 
Lima 
• 1988 Doutor Honoris Causa pela Universidade Católica do Lublin. 
• 1998 Doutor Honoris Causa pela Universidade da Navarra na Pamplona. 
• 1999 Doutor Honoris Causa pela Universidade Livre Maria SS Assunta 
(LUMSA) em Roma. 
• 2000 Doutor Honoris Causa pela Faculdade de Teologia da Universidade 
do Wroclaw 
Alem de todos esses conhecimentos ele escreveu vários livros, vendeu 
milhões de copias e não possui bens em seu nome. 
Muitos vivem na cegueira acusando a Igreja de idolatria e não conseguem 
enxergar que a verdadeira idolatria está sendo celebrada nas suas próprias 
igrejas. 
É como ver igrejas pregando um “Jesus” que oferece carrões, dinheiro, 
emprego, curas, casamento, qualquer bem terreno para ser seguido. 
O diabo ofereceu dinheiro e poder pra Jesus pra que o mesmo o 
adorasse, porém ele recusou. Esse “Jesus” que oferece tais coisas pra ser 
adorado certamente não é o Cristo verdadeiro. O caminho de Cristo é a Cruz. 
“O mal e o Dragão faz presente em nossa historia, mas ele não é o mais 
forte; Deus é o mais forte e Deus é a nossa esperança! É verdade que hoje 
mais ou menos todas as pessoas e também os mais jovens, experimentam o 
fascínio de tantos ídolos que se colocam no lugar de Deus dar esperança ao 
deus dinheiro, o poder, o sucesso, o prazer”. (Papa Francisco. JMJ Rio 2013) 
Enquanto os demais ídolos exemplos dos deuses pagãos da Roma 
antiga, Grécia, Ásia, e até mesmo na America como os deuses dos Astecas, 
deus Tupã... a Igreja combateu e dificilmente os seus nomes são lembrado. 
Mesmo com todas essas explicações ainda vai haver protestantes vir 
dizer que nós idolatramos imagens devido ao ato de dobrarmos os joelhos 
diante das mesmas. 
Os católicos quando rezam diante de uma imagem não estão idolatrando 
tal imagem. Quem enxerga dessa maneira certamente acha que quando 
alguém fala ao telefone ela está falando com o aparelho. 
“Jesus foi acusado de blasfêmia e a sua Igreja é acusada de idolatria”. 

AJOELHAR NÃO SIGNIFICA ADORAR 
*Josué rasgou as suas vestes, e se prostrou em terra sobre o seu rosto 
perante a arca do Senhor até à tarde, ele e os anciãos de Israel; e deitaram pó 
sobre as suas cabeças. (Josué 7, 6). 
*Jacó prostrou-se diante de Esaú: passando adiante, prostrou-se até a 
terra sete vezes antes de se aproximar do seu irmão [Esaú]. (Gênesis 33, 3) 
*Os irmãos de José do Egito prostraram-se diante dele (revelado em 
profecia): José teve ainda outro sonho, que contou aos seus irmãos. “Tive, 
disse ele, ainda um sonho: o sol, a lua e onze estrelas prostravam-se diante de 
mim.” (Gênesis 37, 9) 
*Rute prostrou-se diante do seu chefe: (Rute 2, 10) Rute, caindo aos seus 
pés, prostrou-se por terra: De onde me vem a dita, disse ela, de que te 
interesses por mim, uma estrangeira? 
*David diante de Saul (I Samuel 24, 9) Então Davi saiu por sua vez e 
bradou atrás de Saul: Ó rei, meu senhor! Saul voltou-se para ver, e Davi 
inclinou-se, prostrando-se até a terra. 
*Abgail prostrou-se diante de Davi: (I Samuel 25, 23) Quando Abigail 
avistou Davi, desceu prontamente do jumento e prostrou-se com o rosto por 
terra diante dele. 
*Filhos de profetas prostraram-se diante de Eliseu (II Reis 2, 15) Os filhos 
dos profetas que estavam em Jericó, vendo o que acontecera defronte deles, 
disseram: O Espírito de Elias repousa em Eliseu. Foram-lhe ao encontro, 
prostraram-se por terra diante dele. 
*Ester prostrou-se diante do rei.(Ester 8, 3) 
Veja outros exemplos! 
As pessoas se ajoelharam diante de Judá para louvá-lo! 
*(Gen 49, 8) – Judá a ti te louvará os teus irmãos; a tua mão será sobre o 
pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. De novo à 36
presença do rei e falou. Prostrada aos seus  desfeita em lágrimas, lhe 
suplicava que destruísse as maquinações que Amã, o agagita, tinha 
perversamente urdido contra os judeus. 
*Nabucodonor, rei babilônico, prostrou-se diante de Daniel: (Daniel 2, 46) 
Nesse instante, o rei Nabucodonosor atirou-se de rosto em terra, prostrado 
diante de Daniel; depois ordenou que lhe fossem oferecidos oblações e 
perfumes. 

*Todos os infiéis prostraram-se diante de todos os fiéis de Deus (por 
ordem de Deus): Eu te entrego adeptos da sinagoga de Satanás, desses que 
se dizem judeus, e não o são, mas mentem. Eis que os farei vir prostrar-se aos 
teus pés e reconhecerão que eu te amo. (Apocalipse 3, 9) 
 desfeita em lágrimas, lhe 
suplicava que destruísse as maquinações que Amã, o agagita, tinha 
perversamente urdido contra os judeus. 
*Nabucodonor, rei babilônico, prostrou-se diante de Daniel: (Daniel 2, 46) 
Nesse instante, o rei Nabucodonosor atirou-se de rosto em terra, prostrado 
diante de Daniel; depois ordenou que lhe fossem oferecidos oblações e 
perfumes. 

*Todos os infiéis prostraram-se diante de todos os fiéis de Deus (por 
ordem de Deus): Eu te entrego adeptos da sinagoga de Satanás, desses que 
se dizem judeus, e não o são, mas mentem. Eis que os farei vir prostrar-se aos 
teus pés e reconhecerão que eu te amo. (Apocalipse 3, 9) 
 desfeita em lágrimas, lhe 
suplicava que destruísse as maquinações que Amã, o agagita, tinha 
perversamente urdido contra os judeus. 
*Nabucodonor, rei babilônico, prostrou-se diante de Daniel: (Daniel 2, 46) 
Nesse instante, o rei Nabucodonosor atirou-se de rosto em terra, prostrado 
diante de Daniel; depois ordenou que lhe fossem oferecidos oblações e perfumes. 

*Todos os infiéis prostraram-se diante de todos os fiéis de Deus (por 
ordem de Deus): Eu te entrego adeptos da sinagoga de Satanás, desses que 
se dizem judeus, e não o são, mas mentem. Eis que os farei vir prostrar-se aos 
teus pés e reconhecerão que eu te amo. (Apocalipse 3, 9)