quinta-feira, 24 de julho de 2014

"O testemunho da beleza da família" é refletido no texto preparatório do Sínodo


E-mailImprimirPDF
sinodo-panoramicaO Instrumento de trabalho do Sínodo Extraordinário dos Bispos sobre a Família, convocado pelo papa Francisco para o mês de outubro, traz reflexão que trata da importância do "Testemunha da beleza da família". De acordo com o texto de trabalho, que será debatido pelo bispos do mundo inteiro, "o testemunho é essencial, não só de coerência com os princípios da família cristã, mas também da beleza e da alegria". Ainda, o Instrumento valoriza o trabalho da Pastoral Familiar, mas por outro lado, recorda a necessidade desta pastoral ser "o caminho do testemunho cheio de encanto da família vivido à luz do Evangelho e em união constante com Deus". Vale a pena ler essa reflexão.
Confira abaixo trechos do Instrumento:
"O Testemunha da beleza da família"
59. Um ponto-chave para a promoção de uma pastoral familiar autêntica e incisiva parece ser ultimamente o testemunho do casal. Este elemento foi recordado por todas as respostas. O testemunho é essencial, não só de coerência com os princípios da família cristã, mas também da beleza e da alegria que proporciona o acolhimento do anúncio evangélico no matrimônio e na vida familiar. Também na pastoral familiar se sente a necessidade de percorrer a via pulchritudinis, ou seja, o caminho do testemunho cheio de encanto da família vivido à luz do Evangelho e em união constante com Deus. Trata-se de mostrar também na vida familiar que «crer n'Ele e segui-lo não é algo apenas verdadeiro e justo, mas também belo, capaz de cumular a vida dum novo esplendor e duma alegria profunda, mesmo no meio das provações» (EG 167).
60. Algumas Conferências Episcopais fazem notar que, mesmo se em muitas áreas geográficas o bom êxito do matrimônio e da família já não é dado por certo, observa-se, contudo, que nos jovens há uma elevada estima pelos cônjuges que, até depois de muitos anos de matrimônio, ainda vivem uma escolha de vida que se distingue pelo amor e pela fidelidade. Também por isto, celebram-se em muitas dioceses, na presença dos bispos, jubileus e festas de agradecimento pelos cônjuges casados há anos. Nesta mesma direção, se reconhece o testemunho especial dado por aqueles cônjuges que permanecem ao lado do próprio consorte não obstante problemas e dificuldades.
Assessoria de Imprensa CNPF com Vatican.va

ACI Digital exibirá palestras do Conacat

ACI Digital exibirá palestras do Conacat
O portal de notícias católicas vai exibir as palestras do evento em
uma área exclusiva que funcionará durante sete dias


Um dos portais de notícias católicas dentre os mais acessados do
Brasil, ACI Digital, oficializou nessa quarta-feira (23) parceria com
o Congresso Nacional Católicos Online (Conacat) - Todos pela Cultura
do Encontro. O portal dedicará uma área exclusiva para exibição
simultânea das palestras do Conacat, durante o período de 11 a 17 de
agosto. Pioneiro e inovador, o Conacat terá 42 palestras, totalmente
online e gratuitas, e acontecerá no ciberespaço por meio do site
www.catolicoemrede.com.br, de onde as apresentações serão transmitidas.
Para acompanhar a programação do evento é necessário inscrever-se no
site do Conacat.



“O apoio da mídia católica tem sido muito importante para criar
comunhão de todos que aderiram à evangelização pela internet. Acredito
que a parceria com a ACI Digital demonstra a vivência prática da
inculturação do Evangelho nas redes sociais digitais”, ressalta Wagner
Moura, idealizar e organizador do Conacat, ao agradecer a parceria
feita com a ACI Digital.

O Conacat ganha progressivo espaço nos principais sites de notícias
católicos e a adesão de fiéis de expressões eclesiais, movimentos,
pastorais e congregações diversos. Em menos de um mês de abertura das
inscrições, o evento se aproxima da marca de 3.000 inscritos, de
acordo com a organização. A proposta de um encontro totalmente online,
sem custo de deslocamento, hospedagem ou mesmo inscrição atrai
católicos e curiosos de todas as idades.

As palestras do evento são dividias em quatro eixos temáticos:
Comunicação, Arte & Design, Ação Política e Juventude. Na apresentação
de cada palestra há padres e leigos, com experiência na
evangelização pela internet e em boas práticas evangelizadoras em suas
comunidades e apostolados.

Entre as palestras mais esperadas estão aquelas que devem ser
apresentadas por referências da evangelização católica como padre
Joãozinho, scj; professor Felipe Aquino (Canção Nova); Tiba Camargos
(Canção Nova ); Carmadelio Souza (Comunidade Shalom); e o padre e
professor da Universidade de Santa Cruz (Pontifícia Università della
Santa Croce), uma das mais tradicionais de Roma (PUSC-Roma), John
Wauck. O palestrante internacional é presidente do Comitê Organizador
do Seminário “The Churck Up Close: Covering Catholicsm in the Age of
Francis” (“A Igreja em foco: cobrindo o catolicismo na era de
Francisco”, em tradução livre), seminário que acontecerá em setembro
desse ano, em Roma, voltado para jornalistas estrangeiros que cobrem a
Igreja Católica.

Para o jovem pároco da paróquia Santa Cruz, arquidiocese de
Florianópolis, padre Kelvin Konz, o Conacat será uma oportunidade de
formação para os participantes. “Aprofundarmos o caminho que temos
trilhado de evangelização com as mídias sociais. Que [esse evento]
possa ser bem proveitoso para todos nós”. Declarou o padre em
vídeo-mensagem publicado na página social do evento,
fb.com/congressoonline.

Com a parceria com de ACI Digital, o Conacat poderá alcançar um maior
número de católicos que promovem o Evangelho no ambiente digital.“A
internet é uma realidade que veio para ficar. E o verbo se fez carne.
E o verbo também se fez Rede, se fez bite e habitou no meio de nós.
Mas nós estamos só no início desse admirável mundo novo e precisamos
aprender a evangelizar nessa praça virtual. Navegar é preciso! E nós
não podemos ficar de fora, ficar excluídos da praça”, reforça o
padre”, pontua o padre, que falará sobre carisma da comunicação
pessoal e comunitária.

Além do cunho formativo, o evento tem um objetivo social: todas as
palestras do Conacat poderão ser adquiridas por um valor simbólico e
50% da renda obtida será revertida para iniciativas que amparam mães
em situação de vulnerabilidade social, como a Casa Pró-Vida São Frei
Galvão (RJ) e a Associação Guadalupe (SP). As inscrições no evento
podem ser feitas no site www.catolicoemrede.com.br

------------------------------------------------------------------------- 
Virgínia Diniz - (98) 8148 3366
Assessoria de imprensa 
Congresso Nacional Católicos Online (Conacat)

terça-feira, 22 de julho de 2014

Você Já assistiu o Vídeo da Cultura do Encontro da CONACAT ?

Cultura do Encontro

Você sabe o que é?

Em contraponto à “cultura da exclusão”, do “descartável”, da “globalização da indiferença”, o Papa Francisco propõe a Cultura do Encontro. É por meio do “encontro e do acolhimento de todos, que a solidariedade (...) e a fraternidade tornam a nossa civilização verdadeiramente humana. Temos de ser servidores da comunhão e da cultura do encontro”, ele nos diz.

Veja e compartilhe: 
https://www.youtube.com/watch?v=VabqwKyhcX0

Pensando nisso os palestrantes do Conacat vão compartilhar com você, de 11 a 17 de agosto, osmeios práticos de se promover essa Cultura e contagiar as pessoas ao seu redor.

Imagine como seria bom se seus amigos pudessem participar de tudo isso também. Pensando nisso eu te envio este vídeo de 30 segundos sobre o Conacat! Eu acredito que todos que assistirem a ele podem se motivados a se inscrever no Conacat e começar uma verdadeira mudança de vida.

Veja e compartilhe: 
https://www.youtube.com/watch?v=VabqwKyhcX0

Obrigado por se inscrever!

Um abraço,

Wagner Moura
Organizador Conacat
https://www.youtube.com/watch?v=VabqwKyhcX0

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Congresso Nacional Católicos Online dura 7 dias, com quatro eixos temáticos



Comunicação, Arte & Design, Ação Política e Juventude são os quatro eixos temáticos que conduzirão as palestras a serem apresentadas no Congresso Nacional Católicos Online (Conacat) – “Todos pela Cultura do Encontro”, primeiro evento católico nacional online e gratuito, de 11 a 17 de agosto (www.catolicoemrede.com.br). Cada eixo é composto por pelo menos dez palestrantes cujas apresentações serão transmitidas em três turnos diferentes ao longo de sete dias. Até o momento o Conacat tem 42 palestrantes confirmados, dentre presbíteros, seminaristas, religiosas, missionários e leigos de diversos estados do Brasil e também do exterior, protagonistas da evangelização nas redes sociais eletrônicas.

“O Conacat é um modelo novo de evento católico, ele permite que fiéis de diferentes carismas e expressões de fé integrem uma mesma reunião e troquem conhecimentos de vida. Não se trata de um evento acadêmico ou promovido por um organismo específico da Igreja, mas sim algo informal para quem quer ouvir e aprender com diferentes experiências de evangelização sempre comprometidas com a doutrina e com a caridade católica. Em cada apresentação os palestrantes têm o desafio de mostrar caminhos para integrar fé e vida”, explica Wagner Moura, jornalista e organizador do evento inspirado no Vatican Blog Meeting, evento internacional promovido pelo Vaticano em 2011, para o qual o jornalista foi convidado.

Gratuito

A gratuidade do evento, que reforça a integração entre diversos carismas e faz uma reflexão sobre a Cultura do Encontro pregada pelo Papa Francisco, é um atrativo a mais. Ela torna possível que católicos do interior do Brasil, especialmente, possam assistir a formações sem ter de investir em viagens longas para os grandes centros onde geralmente, supõe-se, há maior promoção do conhecimento sobre a Igreja Católica.

Para facilitar ainda mais a experiência dos participantes, a organização do evento levou em conta as diferentes formas de acesso à internet, no Brasil, e optaram por transmitir apresentações previamente gravadas, o que causa menos impacto na conexão de internet da audiência. Isso permite aos participantes assistirem sem medo de perder o evento, e com menos risco de interrupções na transferência de dados durante a conexão na sala virtual com limite de 4 mil pessoas, a princípio.

Social

Todos os inscritos poderão participar de todos os eixos temáticos. Não haverá necessidade de escolha de temas para os participantes, a proposta é justamente abrir as diversas discussões à participação do maior número de inscritos. “O mais importante é que essa iniciativa tem um cunho social: ela vai ajudar casas que amparam mulheres gestantes e permitem que vivam dignamente. Os participantes podem contribuir com essas iniciativas adquirindo, se desejarem, as palestras inéditas que irão assistir. Essa é uma forma de ter as apresentações consigo e não apenas por sete dias; e ainda contribuir concretamente com as casas de amparo Frei Galvão (RJ) e Associação Guadalupe (SP)”, explica o organizador do Conacat, Wagner Moura.


Entendendo os eixos temáticos

Comunicação
Comunicadores que atuam na evangelização em diversas regiões do Brasil e exterior, falarão sobre suas experiências como protagonistas na evangelização de suas respectivas regiões e atuação nacional e internacional. Indicarão passo a passo de como fazer a evangelização acontecer, a partir de suas experiências de trabalho com redes sociais, blogs, jornais, agências de comunicação, rádio, vídeo, eventos e assessoria de comunicação.

Arte e Design
Passando pelos fundamentos do design e fotografia digital, os palestrantes desse eixo irão contar suas experiências de produção de artes para evangelização de crianças, jovens e adultos. Também haverá espaço para tratar o tema empreendedorismo com produção de camisetas com mensagens católicas, um caminho de geração de renda para indivíduos e comunidades.

Ação Política
Lutar pelo bem comum é a missão de todo cristão. E a ação política é a melhor forma de pôr em prática valores importantes para nossa sociedade. Do abaixo-assinado eficaz até o passo a passo para entender o poder legislativo, nesse eixo os participantes serão estimulados a não ter vergonha de soltar a voz e defender valores.

Juventude
Os jovens católicos fazem toda diferença para a Igreja e para o mundo! Nesse eixo serão apresentados bons exemplos de ações que deram certo no trabalho de evangelização da juventude e a audiência conhecerá como aplicá-las na própria vida e na vida da suas comunidades.

-- ------------------------------------------------
Virgínia Diniz - (98) 8148 3366
Assessoria de imprensa
Congresso Nacional Católicos Online (Conacat)

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Como defender-se do demônio

Como defender-se do demônio



Publicado em 8 de julho de 2014

MaryonSerpent3Constatada a presença de males maléficos, é sempre uma boa atitude reforçar os próprios gestos e orações, invocando para nós ou para a pessoa atingida uma intercessão. Três são, entre todos os indicados possíveis, aqueles que poderiam ser definidos como intercessores necessários: o Espírito Santo, o nome de Jesus e Maria Santíssima.

A propósito da Virgem Maria, convém tornar presente um aspecto que não é secundário. Se tudo foi criado em vista de Cristo, pois já nos planos de Deus estava a encarnação do Verbo (quiçá como Triunfador e não como Salvador que deveria sofrer, porém já como Triunfador e centro do criado), o segundo ser pensado por Deus após o primeiro, que é a encarnação do Verbo, não podia ser outro senão aquele em que o Verbo de Deus, a segunda pessoa da Santíssima Trindade, se encarnaria. A partir do momento em que, após o pecado de Adão, a encarnação de Cristo assumiu esta fisionomia particular, pela qual Jesus veio como Salvador e Redentor, também Maria, Sua mãe, foi associada a este desempenho, sendo isenta da culpa original em vista dos méritos de Cristo. Dado que também Maria é uma criatura humana, que faz parte da estirpe de Adão, estaria sujeita à culpa original, se tão tivesse sido isenta preventivamente, em vista da redenção de Cristo. Além disso, Maria não é somente mãe do Redentor, mas também colaborador em Sua obra redentora; não é por acaso que Imaculada é representada pelos pintores e escultores no ato de esmagar a cabeça da serpente, imagem do Demônio. Com maior razão, trata-se, pois, de uma intercessora poderosa.

A seguir, na ordem celeste, são certamente intercessores valiosos os arcanjos e anjos, que sempre intervêm com suas legiões na luta contra o Maligno; em razão disso, basta pensar no livro do Apocalipse, onde é relatada uma batalha no céu: Miguel e seus anjos contra Satanás e seus anjos rebeldes, que foram derrotados pelo arcanjo e precipitados ao Inferno.

“Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate, mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos”. (Ap 12,7-9)

Esta é a razão pela qual se costuma invocar Miguel arcanjo, na qualidade de chefe das fileiras angelicais; a seu lado, invoco sempre também os anjos da guarda de todos os presentes, entre os quais, obviamente, não falta jamais São Gabriel arcanjo, que é meu padroeiro.

Fala-se com frequência de São Bento como patrono dos exorcistas, quando, na realidade, não está provado historicamente que o Papa Honório III o tenha nomeado como tal. Porém, a partir do momento em que não há um patrono oficial, nós o invocamos, pois, com certeza, era fortíssimo na luta contra o Demônio. São Bento era monge, talvez sequer sacerdote, e por certo não era exorcista; a razão desta identificação está no fato de que ele foi um grandíssimo santo e demonstrou uma grande força contra o Demônio, dado que frequentemente o expulsava. Sua medalha tem particularmente uma notável eficácia, contendo muitas frases contra o maligno.

Quanto ao que diz respeito aos santos, todo exorcista invoca aqueles dos quais é pessoalmente mais devoto ou dos quais é mais devota a pessoa que é exorcizada.

Para melhor entender, um exemplo prático: meu caro colega, decano dos exorcistas italianos, que exerce o ministério há 46 anos, padre Cipriano de Meo, vice-postulador na causa de beatificação de um coirmão capuchinho, de nome padre Mateus, é devotíssimo dele e, quando o invoca, obtém grande eficácia, ao passo que quando eu o invoco não se sucede o mesmo, porque eu não tenho a mesma devoção de padre Cipriano. Portanto, pode-se dizer que não existem santos que tenham uma força especial contra o Demônio; certamente, como tais, todos os santos a possuem, mas nós invocamos aqueles de quem somos mais devotos.

Afinal, há muitos casos de santos atormentados pelo Demônio. Entre os mais emblemáticos, especialmente por se tratar de um acontecimento bastante recente, está o da irmã carmelita que passou a ser chama Pequena Árabe: com efeito, irmã Maria de Jesus Crucificado, várias vezes no decurso de sua vida, sofreu verdadeira e própria possessão diabólica e teve necessidade de ser exorcizada para obter a libertação. Por outro lado, conhecemos vários casos de santos – tais como São João Bosco, o Santo Cura d’Ars, padre Pio, Santa Gemma Galgani, Santa Ângela de Foligno, Dom Calábria, e poderiam ser citados muitos outros numa lista sem fim- que tiveram vexações diabólicas, das quais foram libertos sozinhos, graças à oração e aos sacramentos.

A questão fundamental a ser salientada está em que a Bíblia jamais nos diz para ter medo do Demônio, porque nos garante que podemos e devemos resistir-lhe, fortes na fé. Antes, a Bíblia nos diz que devemos temer o pecado, sendo que todos os santos o combateram. Combatendo o pecado, combate-se o Demônio, como dizia Paulo VI ao ser interrogado, em seu famoso discurso de 15 de novembro de 1972, sobre o Demônio, a propósito de como se devia fazer para impugnar o Maligno: “Tudo o quanto nos defende do pecado, defende-nos de Satanás”. Nós devemos ter medo somente de não estar na graça de Deus, o que significa confessar-se, participar da Santa Missa, receber a comunhão e, além disso, fazer adoração eucarística e rezar, especialmente com os salmos e o rosário; todos estes são, entre outros, os melhores remédios contra a atividade extraordinária do Demônio: se permanecermos na graça de Deus, estamos blindados. Especialmente porque o Demônio tem muito mais interessem em possuir almas, ou seja, fazê-las cair no pecado, do que em provocar distúrbios, os quais, como vimos e vemos nos santos, em última instância obtêm somente o resultado de santificar. Com efeito, os santos oferecem os seus sofrimentos a Deus a tal ponto que um grande santo, como São João Crisóstomo, afirma que o Demônio, malgrado seu, é um santificador das almas, porque é um derrotado e porque busca sofrimentos nestas pessoas santas, que sabem oferece-los ao Senhor e, portanto, sabem fazer deles um meio de santificação.

Trecho retirado do livro “Vade Retro Satanás!”

Amorth, Gabriele. Vade Retro Santanás. Trad.Alda da Anunciação Machado. Ed.Canção Nova: São Paulo, SP.1ª edição.pp.61-65.

fonte:http://cleofas.com.br/como-defender-se-do-demonio/

terça-feira, 8 de julho de 2014

Primeiro Congresso Católico Online do Brasil tem organização Maranhense - CONACAT 11 a 17 de Agosto de 2014

Primeiro Congresso Católico Online do Brasil tem organização Maranhense
A ação pioneira, totalmente gratuita, é iniciativa do jornalista maranhense Wagner Moura e  terá programação com palestrantes de renome nacional e internacional

Em agosto, entre os dias 11 e 17, acontecerá o primeiro Congresso Nacional Católicos Online (Conacat) do Brasil. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site,http://www.catolicoemrede.com.br. Tanto as inscrições, quanto a participação durante os sete dias são gratuitas. 

O Conacat terá nomes como o teólogo e professor Felipe Aquino, padre Joãozinho, scj e padre John Wauck, da Universidade de Santa Cruz, Roma, presidente do comitê organizador do seminário para jornalistas que cobrem eventos da Igreja, no Vaticano, chamado " "The Church Up Close: Covering Catholicism in the Age of
Francis", A Igreja em foco: Cobrindo o catolicismo na era Francisco, que acontecerá em setembro desse ano. 
Além desses nomes, participarão também leigos protagonistas expoentes na evangelização em todas as regiões do Brasil, nas seguintes áreas: comunicação, arte e design, açção política e evangelização de jovens.







Com 42 palestrantes e sete dias de duração, o Congresso Nacional Católicos Online (Conacat) – Todos pela Cultura do Encontro,http://www.catolicoemrede.com.br, que acontece entre os dias 11 a 17 de agosto, dois dias após o Dia dos Pais,  inteiramente gratuito, será o primeiro evento dessa natureza organizado completamente online, no Brasil. Com curadoria do jornalista Wagner Moura, o CONACAT conta com o apoio pessoal do vice-presidente da CNBB, dom José Belisário da Silva. O evento irá ajudar a Casa de Amparo Frei Galvão, em Nilópolis (RJ) e Associação Guadalupe, Campo Limpo (SP), instituições que acolhem mulheres grávidas em situação de risco social. Após a transmissão gratuita, as palestras serão vendidas para quem desejar contribuir com as iniciativas sociais que receberão 50% do valor da venda.







Wagner Moura participou como membro convidado do Vatican Blog Meeting, encontro mundial de blogueiros, promovido pela Igreja Católica, em 2011, no Vaticano, Roma - primeiro evento do gênero promovido pelo Vaticano. Após amadurecer a idéia de um evento capaz de reunir jovens brasileiros por meio da internet, Wagner idealizou o Conacat inspirado ainda no que aprendeu durante o Vatican Blog Meeting e fomentar uma maior participação católica na internet, com formação adequada.

“O principal objetivo é servir de auxílio para o protagonismo leigo, com foco na formação dos que desejam evangelizar na prática nesse novo continente digital. Por isso, convidei  sacerdotes e leigos de reconhecida atuação na Igreja, em diversas regiões do Brasil e do mundo. Se um católico tem o desejo de evangelizar, mas não  têm como viajar para participar de encontros como esse, levamos esses palestrantes ao encontro de quem deseja formação”, explica Wagner Moura, idealizador e organizador do Conacat, que pretende com o evento ajudar a promover a Cultura do Encontro estimulada pelo Papa Francisco.

Todos os convidados tiveram como critério de escolha o reconhecimento no protagonismo evangelista em suas comunidades, regiões ou atuação nacional nas áreas da comunicação, política, artes, design e evangelização de jovens. “Esse será um congresso muito importante, com temas de interesse para todos que trabalham com a evangelização. Eu aconselho os que puderem a participar!”, recomenda o arcebispo de São Luís (MA) e vice-presidente da CNBB, dom José Belisário da Silva, em vídeo-convite para o Conacat divulgado nas redes sociais do evento.



Entre os palestrantes confirmados estão o teólogo e professor, Felipe Aquino, e padre Joãozinho, scj  sacerdote dohoniano autor de 10 discos e 47 livros, conhecido no Brasil inteiro pela atuação na música e na direção pastoral. Além deles, integra o time de palestrantes o padre John Wauck, professor da Escola de Comunicação e Igreja, da Universidade de Santa Cruz (Pontificia Università della Santa Croce), Roma (PUSC-Roma) e presidente do Comitê Organizador do Seminário “The Church Up Close: Convering Catholicsm in the Age of Francis” (A Igreja em foco: Cobrindo o catolicismo na era Francisco”), seminário que acontecerá em setembro desse ano, em Roma, voltado para jornalistas que cobrem a Igreja Católica. 

--------------------------------------------------------------------------------------
O quê? 1° Congresso Nacional Católicos Online (Conacat) – Todos pela Cultura do Encontro
Período? 11 a 17 de agosto de 2014
Investimento: inscrição e participação inteiramente gratuita. Após o evento, serão vendidas palestras para quem desejar adquirir e 50% da renda será destinada a benfeitorias da Casa de Amparo Frei Galvão, em Ninópolis (RJ) e Associação Guadalupe, Campo Limpo (SP), instituições que acolhem mulheres grávidas em risco social. As presidentes dessas iniciativas são Doris Hipólito e Mariângela Cônsoli. 

Virgínia Diniz - 
Assessoria de imprensa 
Congresso Nacional Católicos Online (Conacat)