quinta-feira, 28 de março de 2013

Os Santos Óleos




 Os Santos Óleos tem um papel de fundamental importância para a liturgia da Igreja, estes são usados nos sacramentos e servem para ungir em diversas ocasiões litúrgicas. Eles são três: o Óleo do Santo Crisma, o Óleo dos Catecúmenos e o Óleo dos Enfermos. Estes Óleos são preparados na missa crismal presidida pelo bispo diocesano.        O Óleo do Santo Crisma é composto por óleo de puro azeite de oliva assim como os demais óleos, porém, este possui uma característica especial, que é a adição do  bálsamo, uma substância perfumada e preciosa. Além de possuir  um ritual de benção maior, com a oração e o sopro do bispo que representa o sopro do Divino Espírito Santo.      O Santo Crisma é utilizado em unções consacratórias de altares, padre e bispos, é também usado para ungir a fronte do batizando após a imersão,  é o símbolo principal da unção Crismal além de ser utilizado neste sacramento.       O Óleo dos catecúmenos concede a força do Espírito Santo aqueles que serão batizados, o batizando é ungido no peito por este Óleo.       O Óleo dos Enfermos é usado para ungi-los, e trás conforto e força ao doente no momento de sofrimento, eles são ungido na fronte e na palma das mãos.       No tempo do Rei Davi por exemplo, os profetas ungiam os reis com o óleo em sinal de consagração ao Deus altíssimo. ''Samuel pegou a vasilha de óleo e ungiu o rapaz na presença dos irmãos. Desse dia em diante, o espírito de Javé permaneceu sobre Davi'' (I Samuel 15, 17). Guilherme Ferreira, março de 2013 Blog Mysterium Fidei