segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

POR QUE O DEMÔNIO TEM MAIS MEDO DE MARIA QUE DE JESUS?



Roma, 18 Mai. 11 / 02:22 pm (ACI/EWTN Noticias).- 


















 


O Pe. Amorth tem 86 anos de idade e 70 000 exorcismos em seu experiência. O primeiro que disse na entrevista é que "o mundo deve saber que Satanás existe".

Em seu pequeno e singelo escritório na zona sudeste de Roma onde realizou milhares de exorcismos, o sacerdote contou que às vezes invoca a ajuda de Santos homens e mulheres, entre os quais destaca João Paulo II, beatificado pelo Papa Bento XVI no último passado 1º de maio em Roma ante um milhão e meio de fiéis.
Durante os exorcismos, contou o sacerdote à agência em espanhol do grupo ACI, a ACI Prensa, "perguntei ao demônio mais de uma vez: ‘por que João Paulo II te dá tanto medo?’ E tive duas respostas distintas, ambas interessantes".
O Pe. Amorth tem 86 anos de idade e 70 000 exorcismos em seu experiência. O primeiro que disse na entrevista é que "o mundo deve saber que Satanás existe".
Em seu pequeno e singelo escritório na zona sudeste de Roma onde realizou milhares de exorcismos, o sacerdote contou que às vezes invoca a ajuda de Santos homens e mulheres, entre os quais destaca João Paulo II, beatificado pelo Papa Bento XVI no último passado 1º de maio em Roma ante um milhão e meio de fiéis.
Durante os exorcismos, contou o sacerdote à agência em espanhol do grupo ACI, a ACI Prensa, "perguntei ao demônio mais de uma vez: ‘por que João Paulo II te dá tanto medo?’ E tive duas respostas distintas, ambas interessantes".
O Pe. Amorth tem 86 anos de idade e 70 000 exorcismos em seu experiência. O primeiro que disse na entrevista é que "o mundo deve saber que Satanás existe".
Em seu pequeno e singelo escritório na zona sudeste de Roma onde realizou milhares de exorcismos, o sacerdote contou que às vezes invoca a ajuda de Santos homens e mulheres, entre os quais destaca João Paulo II, beatificado pelo Papa Bento XVI no último passado 1º de maio em Roma ante um milhão e meio de fiéis.
Durante os exorcismos, contou o sacerdote à agência em espanhol do grupo ACI, a ACI Prensa, "perguntei ao demônio mais de uma vez: ‘por que João Paulo II te dá tanto medo?’ E tive duas respostas distintas, ambas interessantes".


"A primeira foi: ‘porque ele desarmou meus planos’. E acredito que com isso se refere à queda do comunismo na Rússia e na Europa do Leste. O colapso do comunismo".
"Outra resposta que o demônio me deu foi ‘porque arrebatou a muitos jovens de minhas mãos’. Há muitos jovens que, graças a João Paulo II, converteram-se. Talvez alguns já eram cristãos mas não praticantes, e logo com João Paulo II voltaram para a prática".
Ao ser perguntado sobre o intercessor mais efetivo de todos, o Pe. Amorth respondeu à ACI Prensa sem duvidar: "é obvio que a Virgem é a mais efetiva. E quando é invocada como Maria!"
"Uma vez perguntei a Satanás. ‘mas por que te assusta mais quando invoco a Nossa Senhora que quando invoco a Jesus Cristo?’ Respondeu ‘porque me humilha mais ser derrotado por uma criatura humana que ser derrotado por Ele".
O sacerdote disse também que é importante a intercessão dos que ainda vivem através da oração. Os cristãos podem rezar pela liberação de uma alma, um dos três elementos que ajudam neste processo aos que se somam a fé e o jejum.
"O Senhor deu (aos Apóstolos) uma resposta que também é muito importante para nós os exorcistas. Disse que para vencer o demônio se necessita muita fé, muita oração e muito jejum: Fé, oração e jejum".
O Pe. Amorth disse ademais que na luta contra o demônio é necessária "especialmente a fé, necessita-se muita fé. Muitas vezes também nas curas, Jesus não diz no Evangelho sou eu quem te curei. Diz, no entanto, você está curado por sua fé. Quer fé nas pessoas, uma fé forte e absoluta. Sem fé não pode fazer nada".
O sacerdote membro da Sociedade de São Paulo explicou logo à ACI Prensa que "o diabo e os demônios são muitos e têm dois poderes: os ordinários e os extraordinários".
"O poder ordinário é a capacidade de tentar o homem para distanciá-lo de Deus e levá-lo ao inferno. Esta ação se realiza contra todos os homens e as mulheres de todo lugar e religião".
Sobre os poderes extraordinários, o Pe. Amorth indicou que estes se concentram em uma pessoa específica e existem quatro tipos:
"A possessão demoníaca para a qual se requer um exorcismo, o vexame demoníaco, como o que sofreu em reiteradas ocasiões o Santo Padre Pio de Pietrelcina que era golpeado fisicamente pelo demônio; as obsessões que levam a pessoa ao desespero; e a infestação, que é quando o demônio ocupa um espaço, um animal ou inclusive um objeto".
O sacerdote alertou que estes fatos são pouco freqüentes mas estão em aumento. Também manifestou à nossa agência ACI Imprensa sua preocupação pela cada vez maior quantidade de jovens que são afetados por Satanás através das seitas, as sessões de espiritismo e as drogas. Apesar disso não se desalenta.
"Com Jesus Cristo e Maria, Deus nos prometeu que nunca permitirá tentações maiores que nossas forças", assinalou.
Finalmente na entrevista o Pe. Amorth propôs uma breve guia a ser tomada em conta na luta contra Satanás:
"As tentações do demônio são vencidas sobretudo evitando as ocasiões, porque o demônio sempre procura nossos pontos mais fracos. E logo, com a oração. Nós os cristãos temos uma vantagem porque temos a Palavra de Deus, temos a oração e podemos rezar ao Senhor", concluiu.
NOTA: - Copiei este depoimento encontrado em um comunidade evangélica do ORKUT. Não me lembro o nome dessa comunidade e jamais consegui entrar em contato com seu autor e também não se encontra mais ali seu registro. Só disponho da cópia que fiz. Refere-se à intervenção de Nossa Senhora Aparecida em um ataque furioso do anjo das trevas. Eis aqui o que copiei (conservo a cópia tal qual a copiei com com erros gráficos):





















NOSSA SENHORA APARECIDA - EXPULSA DEMÔNIO - TESTEMUNHO DE EX-EVANGÉLICO QUE PRESENCIOU A EXPULSÃO DO DEMÔNIO COM A IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA E A RECITAÇÃO DA AVE-MARIA
Este é o testemunho do ex-evangélico Cleber que presenciou a fuga do Demônio ante à estampa de Nossa Senhora Aparecida e pela simples recitação da Ave-Maria:
TESTEMUNHO
♥ஜ♥ Paty "Cleber, quando você tiver a oportunidade de ver alguém possuído, tenta expulsar o demônio em nome de Maria, ele vai rir de você...”.
Cleber: - Já vi muito, só não sei se era verdade, né? Desde pequeno vi essas manifestações na minha igreja (*), e hoje creio que a grande maioria se não a totalidade era apenas auto-sugestão, ou problema mental, ou ate mesmo combinado. Porque o dia que eu vi de verdade, minha querida, pode apostar que não tem nada a ver com essas manifestações teatrais que tem dentro de algumas igrejas. O negocio e sério, e pavoroso. Eu não ia falar sobre isso, mas agora acho necessário. Eu já havia comentado que Maria operou um grande feito em meu irmão e depois em meu sobrinho. E na época éramos todos evangélicos, menos meu irmão que estava desviado. Estávamos em casa, eu, meu pai e minha mãe, e meu irmão que se arrumava pra sair. Ele ia a uma festa. Meus pais pediram pra ele não ir, mas disse que ia assim mesmo. Eu tentei falar com ele, mas não adiantou. Era uma festa tipo dessas de rock pesado. (não tenho nada contra festas nem contra rock). Mas meu irmão andava dando idéia e ouvidos pra uma garota que andava com ele e que tentava explicar para ele que Deus não existe. E ele andava lendo uns livros sobre isso, e meus pais estavam muito chateados. Bom, meu irmão saiu. Passados alguns minutos ele voltou. Ao ouvir o barulho do portão minha mãe falou “graças a Deus ele se arrependeu e não vai mais”. Mas ele apenas tinha esquecido a carteira. ao sair de novo, escutamos ele gritando, e corremos pra lá, e em frente a porta da sala, ficamos todos chocados.  
O corpo dele era arremessado a uma altura e depois caia no chão, e era arremessado de novo e caia de novo, eu e meu pai tentamos segurar e eu fui jogado contra a porta, não por meu irmão, pois eu não consegui nem tocar nele. O pastor chegou e começou a orar e a expulsar o demônio, mas era mesma coisa de nada, chegaram mais dois pastores e todos nos orávamos e não adiantava. Meu irmão já estava muito machucado, 
♥ஜ♥ Paty: "Nossa... mais você acha que Maria que operou o milagre ou Jesus? Você diz que foi Maria... sei que isso acontece Cleber... mais eu não creio q Maria possa operar milagre algum porque é nas mãos de Jesus que está todo o Poder... mas, como te falei, cada um com sua fé... a minha fonte de fé é a palavra de Deus... a paz do Senhor...”
♥ஜ♥ Paty: “Mais gloria a Deus que seu irmão foi liberto”... Glórias a Deus... a Paz do senhor... “
Cleber: Aí chegou uma vizinha nossa, católica, e trouxe um papel com Nossa Senhora Aparecida, e falou pra minha mãe pedir pra Maria, por que ela e mãe e ia ajudar a minha mãe. O pastor mandou a mulher ir embora, mas minha mãe no desespero pegou o papel, e deixou a vizinha rezar a ave Maria. Ficamos confusos e calados e ela rezando, Estávamos atônitos, inclusive os pastores. Meu irmão começou a falar mal da mulher de coisas obscenas, e falava assim: “não fale o nome dessa... não fale o nome dessa.....
Em questão de 5 minutos, tudo se acalmou, meu irmão correu e se agarrou com minha mãe, ele não soltava o papel com nossa senhora que a vizinha trouxe. Nós o levamos pro hospital. Ele perdeu todos os dentes da boca, não sobrou nem os de traz.
Durante um bom tempo, minha mãe teve que dormir com ele, e ficar no banheiro com ele pra tomar banho. Ele dizia que via o fulano andando pelo quarto dele, e que só quando rezava ave Maria ele ia embora. O pastor nos orientou a não falar sobre o caso e se falássemos que não fosse tocado na parte de nossa senhora.  
Meu irmão hoje e devoto fervoroso de nossa senhora aparecida, ele nem meus pais não gostam de tocar no assunto. 
O assunto e meio proibido na família. Mas eu hoje tenho certeza que presenciei uma manifestação do mal, e a autoridade de Maria sobre ele. Não era nada de auto sugestão, nem coisa do tipo. Mas essas coisas só mesmo quem presencia assim acredita. 
Mas Paty, eu tenho certeza que o demônio treme ao ouvir o nome de Maria.



O Pe. Gabriele Amorth, sacerdote exorcista da diocese de Roma (Itália) e um dos mais conhecidos do ramo, assinalou à agência ACI Prensa que o agora Beato Papa João Paulo II se converteu, nos últimos anos, em um poderoso intercessor na luta contra o demônio.













fonte:http://anotapolpag4.blogspot.com.br/2013/02/por-que-o-demonio-tem-mais-medo-de.html









Oração de Descontaminação

Oração de Descontaminação




Pelo Sinal da Santa Cruz, livrai-nos, Deus, nosso Senhor, dos nossos inimigos. 
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Eu, em nome de Jesus Cristo, ordeno que saia de mim, da minha família, todo espírito de contaminação. Eu, em nome de Jesus Cristo, corto de mim e da minha família, toda contaminação espiritual, toda a fúria do demônio, toda a seta e todos os dardos inflamados do inimigo. Eu, em nome de Jesus Cristo te proíbo de tocar em mim e minha família. Eu, em nome de Jesus Cristo, corto de mim e de minha família toda maldição, todo jugo hereditário negativo. Eu me lavo agora juntamente com todos os meus no Sangue de Jesus. Eu me escondo agora sob a proteção do Altíssimo e tomo posse do poder do ES. E me abrigo agora sob o Manto protetor da Virgem Maria e da sua intercessão e da intercessão de todos os Anjos e Santos. Amém.

O Sangue de Cristo que lava e liberta me lave e liberta e cubra com o seu poder a nós e nossas famílias. (Três vezes)

A Cruz Sagrada seja a minha luz, não seja o dragão o meu guia, retira-te Satanás. Nunca me aconselhes coisas vãs. É mau o que me ofereces. Bebe tu mesmo teu próprio veneno.

Pelo Sinal da Santa Cruz, livrai-nos, Deus, nosso Senhor, dos nossos inimigos. 

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Creio em Deus Pai...
O Sangue de Cristo que lava e liberta me lave e liberta e cubra com o seu poder a nós e nossas famílias. (Três vezes)
A Cruz Sagrada seja a minha luz, não seja o dragão o meu guia, retira-te Satanás. Nunca me aconselhes coisas vãs. É mau o que me ofereces. Bebe tu mesmo teu próprio veneno.
Pelo Sinal da Santa Cruz, livrai-nos, Deus, nosso Senhor, dos nossos inimigos. 
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Creio em Deus Pai...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Coletiva de imprensa com a Arquidiocese de São Luís





A Arquidiocese de São Luís convida a imprensa a participar nesta quinta-feira, dia 14 de fevereiro, às 09h, da entrevista coletiva que marca o lançamento da Campanha da Fraternidade 2013. A coletiva será realizada no auditório Dom Geraldo Dantas, no Palácio Arquiepiscopal, ao lado da Igreja da Sé.
O tema da Campanha da Fraternidade 2013 é “Fraternidade e Juventude”, e o lema “Eis-me aqui, envia-me” (Is 6,8). Neste encontro com a imprensa, a arquidiocese apresenta o tema da CF 2013, fala sobre a realidade que envolve os jovens em São Luís e os objetivos da campanha. 
Outro assunto a ser abordado na coletiva é o lançamento oficial da Campanha da Fraternidade 2013 na arquidiocese, marcado para o dia 16, sábado, às 15h, no Parque Bom Menino.

OBS.: Após a coletiva será servido um coquetel à imprensa.


Serviço: Coletiva de Imprensa com a Arquidiocese de São Luís
Assunto: Campanha da Fraternidade 2013

Presenças:

1.   Dom José Belisário da Silva, arcebispo de São Luís do Maranhão (MA);
2.   Dom José Carlos Chacorowski, bispo auxiliar de São Luis do Maranhão (MA);
3.   Kécio Rabelo, do Setor Juventude da Arquidiocese de São Luís do Maranhão (MA);
4. Ronald Rabelo, da Pastoral da Juventude da Arquidiocese de São Luís do Maranhão (MA);
5. Carlos Filho, secretário de Estado da Juventude do Maranhão;
6. Olímpio Araújo, presidente do Conselho Municipal de Juventude de São Luís do Maranhão (MA).

Data: Quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013
Hora: 09h

AJUDA A IGREJA QUE SOFRE

AIS

O que significa ser um benfeitor?Um benfeitor é um missionário em sua própria casa. É alguém que possui a disponibilidade de doar uma importância – seja ela pequena ou grande – para benefício de alguém em necessidade, que se encontra em regiões onde a Igreja é perseguida ou não possui condições de se manter sozinha.Por que ser um benfeitor da AIS?Desde sua fundação, em 1947, toda a arrecadação feita pela AIS é destinada a projetos. Assim, ao se tornar benfeitor, significa que suas doações vão diretamente para um projeto, sendo a AIS apenas uma ponte que une você a ações realmente necessárias.Como posso me tornar um benfeitor?Basta preencher o formulário abaixo e aguardar a chegada do próximo boletim em sua casa. Neste boletim você terá a orientação espiritual do mês, os principais projetos ajudados no período e um boleto para que você possa fazer sua contribuição voluntária.Existe um valor fixo para a contribuição?Não. A AIS acredita que, se cada pessoa doar uma quantia de coração, que não prejudique sua própria casa e comunidade, todos conseguiriam professar melhor sua fé: “Cada um dê conforme decidir em seu coração, sem pena ou constrangimento, porque Deus ama quem dá com alegria.” (2Cor 9,7). Dessa forma, doe quanto puder.



DOAÇÃO ON-LINE





Contato

Rua Carlos Vitor Cocozza 149
Vila Mariana
São PauloSão Paulo04017-090Brasil
+55 11 2344-3740 (São Paulo)
+55 21 2292-8251 (Rio de Janeiro)

FONTE:  http://www.ais.org.br/

Arcebispo Dom José Belisário comenta sobre renúncia do Papa Bento XVI



O Papa pode até ter uma fragilização física, mas não mental, diz o arcebispo Dom José Belisário



O anúncio da renúncia do Papa Bento XVI, na manhã desta segunda-feira (11), tomou de surpresa diversos setores da Igreja Católica, incluindo o Arcebispo de São Luís, Dom José Belisário.

"O Brasil não esperava por esta decisão. Estamos surpresos, apesar de que quando assumiu ele já tinha falado na possibilidade", conta o arcebispo.

Para Belisário, a figura de Bento XVI como líder máximo da Igreja vinha crescendo nos últimos anos e tomando um lugar especial no coração dos fiéis.

"O Papa João Paulo II (antecessor de Bento) era muito encantador e muitos achavam que quando outro assumisse haveria uma diferença muito grande. Após o Bento XVI ter assumido muitos notaram uma mudança, mas, apesar dele não ter o carisma que o João Paulo tinha, ele tinha uma diferença: as falas. A sabedoria que ele tem conquistava a todos", explica o Arcebispo.

Idoso
O alemão Joseph Ratzinger, 85 anos, assumiu o comando da Igreja Católica em 19 de abril de 2005, após a morte de João Paulo II. O alemão foi um dos cardeais mais idosos a ser eleito papa.

Em comunicado divulgado nesta segunda feira (11) pelo Vaticano, o papa Bento XVI justificou sua decisão de renúncia, alegando idade avançada e disse ter consciência da gravidade de seu ato e anunciou que deixa o pontificado no dia 28 de fevereiro deste ano.

"Na lembrança só temos uma historia de abdicação que foi o Papa Celestino V em 1294 em pleno o século XIV. Que também foi um impacto, ele era um monge e não conseguiu se adequar. A tradição é que o Papa não renuncie", explica Belisário.


Abdicação
A abdicação do papa é possibilitada no cânon 332 §2 do Código de Direito Canônico e no cânon 44 §2 do Código de Direito Canônico das Igrejas Orientais.

As únicas condições para a validade da renúncia são de que sejam realizadas livremente e manifestadas adequadamente. O direito canônico não especifica qualquer indivíduo ou entidade a quem o Papa deve manifestar a sua abdicação, deixando, talvez, em aberto a possibilidade de fazê-lo à Igreja ou ao mundo em geral. Mas alguns analistas sustentam que o colégio de cardeais, ou pelo menos seu Decano, deve ser informado, já que os cardeais devem estar absolutamente convencidos de que o Papa renunciou para que possam proceder validamente para eleger seu sucessor.

"As ações são diferenciadas ele não é Papa por obra nem por palavras mais por sofrimento, por oração", finaliza Belisário.

(Arleysson Rodrigo/O Imparcial online)

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

O Papa renunciou!



Nesta segunda-feira, 11, dia de Nossa Senhora de Lourdes, fomos surpreendidos pela apresentação da renúncia do Papa Bento XVI. Ainda que o fato de algum modo nos entristeça, cabe neste momento, a nós católicos, rezarmos pelo Santo Padre e, ao mesmo tempo, elevar um Hino de Ação de Graças pelo feliz tempo em que ele conduziu a Barca de Pedro até o Porto Seguro que é Cristo, além de implorar humildemente ao Bom Deus que, no conclave que se aproxima, os senhores Cardeais, obedientes às moções do Espírito, possam escolher um digno e santo Pontífice. 
Ele nos apontou o Céu! Obrigado, Santo Padre!

Não é a primeira vez que um Bispo de Roma renuncia ao Papado. O primeiro a fazê-lo foi o Papa Ponciano no dia 28 de setembro do ano 235 sendo logo após preso pelo imperador romano e levado para uma pedreira onde morreu em consequência dos trabalhos forçados. A data da renúncia de Ponciano é o primeiro fato documentado com precisão de dia, mês e ano na História Eclesiástica.
O segundo a renunciar foi o Papa Bento IX com um papado conturbado, foi expulso de Roma em setembro de 1044, retornou ao papado em 10 de março de 1045, abdicou novamente em 1 de maio de 1045, retornando no mesmo ano, mais uma vez deposto em 24 de dezembro de 1046, retomando novamente a Sé Petrina em 8 de novembro de 1047 até ser expulso definitivamente em 16 de julho de 1048. Era uma época em que as famílias da aristocracia romana disputavam o poder dos Estados Pontifícios e o nepotismo grassava na Santa Sé: Bento IX era sobrinho do seu antecessor, o Papa João XIX, que por sua vez era o irmão caçula do seu antecessor o Papa Bento VIII.
O terceiro papa a renunciar à Sé de Pedro foi  São Celestino V, cujo nome de batismo era Pietro Del Morrone. Celestino era monge, considerado santo por todos e havia fundado uma ordem monástica dedicada a cuidar dos pobres e doentes. Foi eleito papa contra a sua vontade em 29 de agosto de 1294 e renunciou em 13 de dezembro do mesmo ano. Apesar de um homem de fé e vida ilibada, não se saiu bem no papado. Maxwell-Stuart, em sua obra Crónicas dos Papas (Ed. Verbo, 2004, p. 123), diz: “A santidade, tornava-se agora claro, não era suficiente. Justiça lhe seja feita, Celestino sabia-o, e cinco meses após a sua eleição abdicou.” Após sua renúncia foi eleito Bonifácio VIII.
O último papa que renunciou antes de Bento XVI foi Gregório XII (1406 a 1415), que viveu o chamado grande Cisma do Ocidente: além de Gregório XII, o papa verdadeiro, que morava em Roma, havia ainda Bento XIII, anti-papa eleito pelos cardeais em Avignon, e o antipapa João XXIII, eleito no “Concílio” de Pisa. Convocado o Concílio de Constança, o imperador do Sacro Império Romano Sigismundo pediu que o Papa e os dois anti-papas renunciassem, mas só Gregório XII renunciou e depois foi eleito o Papa Martinho V.
Há também os chamados papas demissionários cujas renúncias não são consideradas plenamente livres, mas fruto de pressões e oposições, fazendo com que, diante de uma iminente deposição, eles mesmos resolvessem, ainda que contrariados, renunciar. São tidos como demissionários, Martinho I em 653, Bento V em 964, João XVIII em 1009, Silvestre III em 1045 e os já citados Bento IX e Gregório XII.
A lição da História nos tranquiliza. A nossa Fé nos tranquiliza! Somos uma instituição humana, mas, sobretudo, divina. Cristo continuará nos conduzindo e um novo Sucessor de Pedro será escolhido pelo Espírito Santo. O Papa Bento XVI nos deixa um legado de homem de fé reta e sólida que soube conduzir bem a Igreja de Cristo em meio às tempestades e borrascas de nosso tempo, dando-nos exemplo de humildade e até de coragem ao reconhecer, em suas próprias palavras, sua “incapacidade de adequadamente cumprir o ministério a mim confiado”. Obrigado, Santo Padre! Que o Bom Deus sempre o proteja! Amém!
João Dias Rezende Filho é diácono da Arquidiocese de São Luís do Maranhão, bacharel em Direito, em Teologia e pesquisador.
e-mail: joaopecegueirodias@hotmail.com
Posted  by 

ESTOU TRISTE COM A SAÍDA DE NOSSO GRANDE PAPA BENTO XVI




OS CATÓLICOS DO BRASIL ESTÃO

CONTIGO!!!!








Tu es Petrus, et super hanc petram aedificabo Ecclesiam
 meam; et portae inferi non praevalebunt adversum eam. 

(Mt 16,18-19)


REBANHÃO 2º DIA - PREGAÇÕES ( Raphael Schliebe e Lázaro Praxedes.)








domingo, 10 de fevereiro de 2013

As lutas de Pe. Pio contra o demônio


As lutas de Pe. Pio contra o demônio



O demônio após ter sido expulso do paraíso por São Miguel e seu anjos e sendo precipitado na terra (Apocalipse 12, 7-12) continua existindo; o seu papel ativo, não pertence ao passado e nem é uma fantasia popular. O diabo continua ativo hoje mais do que nunca, induzindo os homens ao pecado e a perdição.
Baudelaire afirmava justamente que a principal atividade de Satanás, nos tempos de hoje é fazer com que as pessoas não acreditem na sua real existência e assim não rezem e nem peçam a proteção do alto. Com o caminho livre o inimigo faz desastres na humanidade sem ser percebido e combatido. Mas Deus na sua infinita Misericórdia fez com que ele se mostrasse ao mundo revelando suas táticas de ataque sobre o homem como aconteceu com o padre Pio e outros santos.
Pe. Pio travou “duros combates” em toda sua vida, mostrando a humanidade o poder dado por Jesus aos sacerdotes em seu ministério sacerdotal sobre o inimigo, principalmente no sacramento da Confissão, na Santa Missa, nos exorcismos libertando as pessoas do inimigo.Tais batalhas foram brigas sangrentas, como foi escrito em muitas cartas que Pe. Pio enviava aos seus diretores espirituais.
As lutas entre Padre Pio e Satanás ficaram mais duras quando Padre Pio livrou as almas possuídas pelo Diabo. Mais de uma vez, falou ao Padre Tarcísio de Cervinara que, antes de ser exorcizado, o Diabo gritava: “Padre Pio você nos dá mais preocupação que São Miguel” e também: “Padre Pio, não aliene as almas de nós e nós não o molestaremos”.
“O diabo submeteu Padre Pio à tentações em todos os sentidos.
Padre Agostino confirmou que o diabo apareceu a ele de diferentes formas: “O diabo apareceu como meninas jovens que dançavam nuas, em forma de crucifixo, como um jovem amigo dos monges, como o Pai Espiritual, como o Padre Provincial, como Papa Pio X, como o Anjo da Guarda, como São Francisco e como Nossa Senhora. O diabo também apareceu nas suas formas horríveis, com um exército de espíritos infernais. Às vezes não havia nenhuma aparição, mas Padre Pio estava ferido, ele era torturado com barulhos ensurdecedores, cuspido etc. Padre Pio teve sucesso livrando-se destas agressões ao invocar o nome de Jesus.
Uma noite de verão em que ele não conseguia dormir por causa do grande calor ouviu o barulho dos passos de alguém, que no quarto vizinho, caminhava para lá e para cá. “O pobre Anastásio não pode dormir como eu.”, pensou Pe. Pio. ” Quero chamá-lo, pois, pelo menos conversamos um pouco “. Ele foi até a janela e chamou o confrade mas sua voz permaneceu presa na garganta: no parapeito da janela vizinha, um monstruoso cão se apoiava. Assim contava o próprio Pe. Pio: “Vi horrorizado entrar pela porta um enorme cão feroz de cuja boca saia muita fumaça. Eu caí de bruços na cama e ouvi o que ele dizia: “é este, é este!”. Ainda naquela posição vi a fera pular sobre o parapeito da janela e de lá lançar-se sobre o telhado da frente para em seguida desaparecer.

http://saopio.wordpress.com/



Rebanhão Slz 2013 - 1º Dia - Algumas imagens