sábado, 23 de junho de 2012

SOBRE O ALTAR ACONTECE A SALVAÇÃO



SOBRE O ALTAR ACONTECE A SALVAÇÃO!
PAPA BENTO XVI ESCREVEU A EXORTAÇÃO APOSTÓLICA SACRAMENTUM CARITATIS - "O SACRAMENTO DO AMOR". NELA, ELE CITA UMA FRASE DO BEM-AVENTURADO AGOSTINHO, SANTO NO PRIMEIRO MILÊNIO: “NINGUÉM COMA AQUELA CARNE SEM QUE ANTES TENHA ADORADO. SE NÃO ADORAR, ESTARÁ PECANDO”; OU SEJA, SE VOCÊ QUER COMUNGAR, TEM DE ADORAR AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO
NÓS NÃO PODEMOS DEIXAR COM QUE O RELATIVISMO SEJA INFILTRADO EM NOSSA IGREJA , NÃO PODEMOS QUERER QUE NOSSAS MISSAS AGRADEM O MUNDO. QUERER AGRADAR AOS HOMENS É QUERER DESAGRADAR A DEUS. A LITURGIA NÃO É UMA PROPRIEDADE PESSOAL. A MISSA É DA IGREJA! QUANDO TRANSFORMAMOS A MISSA EM PROPRIEDADE NOSSA, CRIAMOS UM BEZERRO DE OURO! A MISSA NÃO PODE TORNAR-SE ALGO COMUM. ELA É EXTRAORDINÁRIA. É O CÉU E A TERRA QUE SE FUNDEM, E SÓ AS ALMAS SIMPLES CONTEMPLAM ISSO. É POR ISSO QUE O PADRE COLOCA UMA ROUPA DIFERENTE, POIS NÃO ESTÁ VIVENDO ALGO TRIVIAL, ALGO COMUM. É POR ISSO QUE AS PALAVRAS E OS CANTOS SÃO DIFERENTES, PORQUE ALI SE REALIZA ALGO QUE NÃO É HUMANO, É DE DEUS! NÃO PODEMOS CONVERTER OS NOSSOS PRESBITÉRIOS EM PALCOS DE SHOWS, POIS ALI ACONTECE A OBRA MAIS SAGRADA E TRANSCENDENTE DA HISTÓRIA DOS HOMENS! NÃO EXISTE NADA NA TERRA MAIS IMPORTANTE DO QUE A MISSA, E OS HOMENS DEVEM PERCEBER O SAGRADO QUE SE ATUALIZA PELA VOZ, PELOS GESTOS, PELOS ATOS PEQUENOS DO SACERDOTE, PORQUE NESSES ATOS ELE MANIFESTA O SEU AMOR AO SUBLIME MISTÉRIO DE DEUS . A IGREJA EXPRESSA NO SEU CULTO AQUILO QUE ELA CRÊ, E AQUILO QUE ELA É. SE NÓS MUDAMOS O CULTO DA IGREJA, NÃO EXPRESSAREMOS O QUE CREMOS E O QUE SOMOS. OU SOMOS CATÓLICOS POR INTEIRO, OU NÃO SOMOS CATÓLICOS. NÃO EXISTE AQUI MEIO TERMO. QUANTAS PESSOAS MORRERAM PARA QUE HOJE NÓS PUDÉSSEMOS RECITAR O CREDO NA MISSA . O PAPA BENTO XVI, DESDE O TEMPO DE CARDEAL, FALA DE UMA REFORMA LITÚRGICA. NO CONCÍLIO VATICANO II, ELE PEDIU UMA CERTA REFORMA DO MISSAL, POIS A FORMA PELA QUAL CELEBRAMOS A SANTA MISSA PRECISAVA SER ADAPTADA PARA QUE O POVO PUDESSE COMPREENDÊ-LA MELHOR. NA CELEBRAÇÃO DA SANTA MISSA, DEUS É O CENTRO DE TUDO. ASSIM, ANTES DO CONCÍLIO, TODAS AS PESSOAS OLHAVAM PARA A MESMA DIREÇÃO, INCLUSIVE O PADRE, DE FRENTE PARA DEUS. O SACERDOTE, QUANDO SE SENTAVA, FICAVA DE LADO NO ALTAR. O ATUAL PAPA COMEÇOU A REFLETIR, ENTÃO, QUE O JEITO DE CELEBRAR A MISSA, HOJE EM DIA, ESTÁ COLOCANDO O PADRE NO CENTRO, EM VEZ DE COLOCAR DEUS. É POR ISSO QUE, MUITAS VEZES, ALGUNS SACERDOTES FAZEM MISSAS QUE SÃO MAIS SHOW DO QUE ADORAÇÃO. NA CELEBRAÇÃO DA EUCARISTIA, DEUS DEVE ESTAR NO CENTRO. PARA MOSTRAR A NECESSIDADE DE REPENSAR SOBRE ISSO, BENTO XVI, QUANDO AINDA ERA CARDEAL, COMEÇOU UM MOVIMENTO LITÚRGICO A FIM DE TENTAR COLOCAR O SENHOR NO CENTRO NOVAMENTE. ELE SUGERIU UM PASSO PEDAGÓGICO: COLOCAR, NO CENTRO DO ALTAR, O CRUCIFIXO PARA QUE TODOS SAIBAM QUE O PADRE ESTÁ FALANDO COM DEUS AO CELEBRAR A MISSA.  MEUS IRMÃOS, NÓS PRECISAMOS VOLTAR A 'REZAR MISSA', POIS, OLHANDO PARA O CRUCIFICADO, ESTAMOS OLHANDO PARA A IMAGEM DO PAI. ESTA É A PRIMEIRA PÉROLA DO PAPA BENTO XVI: A CRUZ NO CENTRO DO ALTAR. TODOS OS MOVIMENTOS PROFUNDOS QUE ACONTECERAM NA IGREJA PRECISARAM TOCAR O POVO, PORQUE ESTE PRECISA APRENDER QUE, NO CENTRO DO ALTAR, ESTÁ JESUS CRISTO. PRECISAMOS DE MISSA QUE SEJA SALVAÇÃO, POR MEIO DA QUAL NOS COLOCAMOS EM PROFUNDA COMUNHÃO COM O SENHOR. A SEGUNDA PÉROLA DO ATUAL SUMO PONTÍFICE É QUE, A PARTIR DO CORPUS CHRISTI DE 2008, ELE COMEÇOU A DAR COMUNHÃO AOS FIÉIS NA BOCA, PEDINDO A ESTES QUE SE AJOELHASSEM. SE LERMOS OS DOCUMENTOS LITÚRGICOS, DESCOBRIREMOS QUE A FORMA NORMAL DE RECEBER A COMUNHÃO É NA BOCA. O FIEL FICA DE FRENTE PARA O SACERDOTE, DE MÃOS POSTAS. O PADRE ELEVA A HÓSTIA, O FIEL DIZ 'AMÉM' E ABRE A BOCA, COLOCANDO A LÍNGUA LEVEMENTE PARA FORA E O PADRE DEPOSITA A SAGRADA COMUNHÃO NA SUA LÍNGUA. AO LONGO DOS SÉCULOS, A IGREJA FOI PERCEBENDO QUE, COM A COMUNHÃO NA MÃO, HAVIA O PERIGO DE QUE AS PARTÍCULAS DO CORPO DE CRISTO SE PERDESSEM. POR ISSO, A COMUNHÃO NA BOCA DEVE SER PREFERIDA. A LEI LITÚRGICA DIZ QUE OS FIÉIS DEVEM MANIFESTAR SUA ADORAÇÃO COM UMA REVERÊNCIA. ENTÃO, AS PESSOAS PODEM RECEBER A COMUNHÃO DE JOELHOS (ISSO JÁ É UMA ADORAÇÃO). NO ENTANTO, SE ESTAS TÊM PROBLEMAS DE SAÚDE OU O PÁROCO NÃO ACEITA QUE OS FIÉIS RECEBAM A COMUNHÃO DE JOELHOS, ELAS DEVEM FAZER A DEVIDA REVERÊNCIA, COLOCANDO O JOELHO DIREITO PRÓXIMO AO CALCANHAR ESQUERDO, COM A POSTURA ERETA. CASO TAMBÉM NÃO POSSAM FAZER ESSA GENUFLEXÃO, FAÇAM UMA INCLINAÇÃO PROFUNDA. ASSIM, RECEBEM A COMUNHÃO ADORANDO A NOSSO SENHOR. ESSA É A TRADIÇÃO DA IGREJA, “PORQUE NÃO DEVE COMER DESSA CARNE QUEM NÃO ADOROU PRIMEIRO” (SANTO AGOSTINHO). ESSA É A BELEZA DE PODER ADORAR A DEUS, INCLINAR-SE DIANTE DELE. A EUCARISTIA É O DOM MAIS PRECIOSO QUE RECEBEMOS DO SENHOR . E NÓS PRECISAMOS ENTENDER QUE A ADORAÇÃO EUCARÍSTICA É ALGO URGENTE. NÃO É UM DEVOCIONISMO; ELA FAZ PARTE DA PRÓPRIA FÉ DA IGREJA . POR QUE ESSA PRÁTICA [ADORAÇÃO EUCARÍSTICA] É TÃO IMPORTANTE? PORQUE, NO PRIMEIRO MILÊNIO, A IGREJA VIVIA UMA FÉ INABALÁVEL. OS CRISTÃOS ACREDITAVAM NA PRESENÇA DE JESUS NA EUCARISTIA. DURANTE OS MIL PRIMEIROS ANOS, NÃO HAVIA HERESIA, TODOS ACREDITAVAM E IAM À CELEBRAÇÃO DA SANTA MISSA. NELA, ADORAVAM E COMUNGAVAM O CORPO DE CRISTO. ACONTECE, PORÉM, QUE, NO SEGUNDO MILÊNIO, SURGIRAM INÚMERAS HERESIAS QUE, SOMADAS, CULMINARAM NA HERESIA PROTESTANTE, QUANDO LUTERO NEGOU A EXISTÊNCIA DE JESUS CRISTO NA EUCARISTIA. JESUS DISSE: “TOMAI TODOS E COMEI, ESSE É O MEU CORPO. TOMAI TODOS E BEBEI, ESSE É O MEU SANGUE”. DEUS ESTÁ PRESENTE POR IMENSIDADE EM TODOS OS LUGARES; NO ENTANTO, A PRESENÇA DE JESUS NA EUCARISTIA TEM MAIS CONSISTÊNCIA, TEM MAIS SER; ELA É MAIS PRESENÇA, MAIS ATIVA . É IMPRESSIONANTE QUE, JUSTAMENTE NA ÉPOCA EM QUE COMEÇARAM AS HERESIAS DA EUCARISTIA, COMEÇARAM TAMBÉM A SURGIR OS MILAGRES EUCARÍSTICOS. NÓS NECESSITAMOS URGENTEMENTE DA ADORAÇÃO EUCARÍSTICA; PRECISAMOS VOLTAR A DOBRAR NOSSOS JOELHOS DIANTE DE DEUS, A FAZER VISITAS AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO .  PRECISAMOS PEDIR PERDÃO A DEUS PELAS BLASFÊMIAS, OFERECER NOSSA ADORAÇÃO EM REPARAÇÃO AO SANTÍSSIMO CORAÇÃO DE JESUS. DURANTE A ADORAÇÃO É IMPORTANTE COMPREENDERMOS O QUANTO ELA ESTÁ FAZENDO EM NÓS. É IMPORTANTE QUE VOLTEMOS À PIEDADE EUCARÍSTICA. LOUVO A DEUS PELO PAPA BENTO XVI QUE MUDOU A MINHA VIDA, MINHA VISÃO SOBRE A ADORAÇÃO EUCARÍSTICA. SE NÃO VOLTARMOS A TRATAR A EUCARISTIA COM TODA PIEDADE E ADORAÇÃO QUE ELA MERECE, PERDEREMOS NOSSA FÉ EM JESUS EUCARÍSTICO . PERMITAMOS QUE O SENHOR OCUPE O TRONO DE MAJESTADE NA IGREJA E NO MUNDO! OS CATÓLICOS CHAMADOS TRADICIONAIS, SÃO ASSIM DENOMINADOS , APENAS POR SEGUIREM TRADIÇÕES E REPETIREM O QUE É VERDADEIRAMENTE DA FÉ CATÓLICA, REJEITANDO O QUE É ESTRANHO E CONTRÁRIO AOS ENSINAMENTOS DA IGREJA. ANTES DE SEREM CHAMADOS DE TRADICIONAIS, DEVEM SER CHAMADOS DE CATÓLICOS. SÃO ESTES OS QUE REPETEM O QUE OS PAPAS DISSERAM AO LONGO DOS SÉCULOS. SÃO ESTES OS QUE NÃO TÊM MEDO DE CONDENAREM AS SEITAS, AS OUTRAS RELIGIÕES E TUDO AQUILO QUE É DE MODERNO, OFENSIVO E PERIGOSO À FÉ. MAS ESTES CATÓLICOS DEVEM TER MEDO DE SEREM CHAMADOS DE “RADICAIS” POR DIZEREM: “EXTRA ECCLESIAM NULLA SALUS” (FORA DA IGREJA NÃO HÁ SALVAÇÃO) OS PAPAS JÁ AFIRMARAM ISTO. E OS CATÓLICOS VERDADEIROS SÃO FIÉIS À SUCESSÃO DE SÃO PEDRO, ESTES QUE REPETIRAM AO POVO CATÓLICO O QUE OS SEUS ANTECESSORES ENSINARAM, AFINAL, É MELHOR SER RADICAL, MAS COM OS PAPAS, OU, “AMIGO DE TODOS” SEM ELES? REZAMOS NA SANTA MISSA: “…QUIA PECCAVI NIMIS COGITATIONE VERBO, ET OPERE…” (…PORQUE PEQUEI MUITAS VEZES, POR PENSAMENTOS, PALAVRAS E OBRAS…); A OMISSÃO É UM ATO PECAMINOSO. NEGAR O QUE OS PAPAS E O QUE A IGREJA AFIRMA, É PECADO, É OMISSÃO GRAVÍSSIMA, EM OUTROS CASOS É ATÉ MESMO PENA DE EXCOMUNHÃO, POIS AFINAL, POR QUE SER CATÓLICO SE NÃO QUEREMOS SEGUIR O QUE A IGREJA AFIRMA EM SUA INFALIBILIDADE? NA REALIDADE, A QUEM QUEREMOS AGRADAR ? A DEUS OU AO MUNDO MODERNO, E DECADENTE?
fonte:http://nossasenhorademedjugorje.blogspot.com.br/2012/06/sobre-o-altar-acontece-salvacao.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/CmSejU+(Nossa+Senhora+de+Medjugorje)